Mercado fechado
  • BOVESPA

    121.801,21
    -1.775,35 (-1,44%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.195,43
    -438,48 (-0,85%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,34
    +0,19 (+0,28%)
     
  • OURO

    1.814,30
    -0,20 (-0,01%)
     
  • BTC-USD

    39.799,30
    +1.357,82 (+3,53%)
     
  • CMC Crypto 200

    981,48
    +54,71 (+5,90%)
     
  • S&P500

    4.402,66
    -20,49 (-0,46%)
     
  • DOW JONES

    34.792,67
    -323,73 (-0,92%)
     
  • FTSE

    7.123,86
    +18,14 (+0,26%)
     
  • HANG SENG

    26.390,01
    -36,54 (-0,14%)
     
  • NIKKEI

    27.660,45
    +76,37 (+0,28%)
     
  • NASDAQ

    15.088,00
    +14,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1178
    -0,0005 (-0,01%)
     

Tesla convoca recall de cerca de 250 mil carros na China por problemas na direção assistida

·2 minuto de leitura
Tesla convoca recall de cerca de 250 mil carros na China por problemas na direção assistida
Tesla convoca recall de cerca de 250 mil carros na China por problemas na direção assistida

Os proprietários dos veículos Tesla Model 3 e Tesla Model Y da China vão receber em breve no seu computador de bordo uma notificação informando sobre um novo recall. Entretanto, esse não será um processo de recall como os habituais para quando carros apresentam problemas mecânicos, uma vez que não será necessário passar por um centro de serviço da montadora.

Segundo um relatório obtido pelo Cnet, a Administração Estatal para Regulações do Mercado da China, cerca de 250 mil veículos elétricos da Tesla estão incluídos no recall. O processo foi convocado por conta de um problema associado a uma função da direção assistida dos carros.

Leia mais:

De acordo com o órgão, os motoristas podem ligar o sistema inadvertidamente, o que pode produzir uma aceleração repentina e inesperada. Isso pode fazer com que o condutor perca o controle do veículo, o que pode causar acidentes. As peças incluídas no recall são veículos Model 3 e Model y, montados nos Estados Unidos e na Gigafábrica da Tesla, em Xangai, na China.

Tesla não se pronunciou

Gigafábrica da Tesla em Xangai
Tesla ainda não se pronunciou sobre o recall. Crédito: Tesla/Divulgação

A Tesla ainda não veio a público por meio de suas redes sociais, que são seu principal canal de comunicação com seus clientes, sobre o recall dos carros na China. Além disso, o CEO da empresa, Elon Musk, que frequentemente usa sua conta no Twitter para dar atualizações sobre a empresa, também não se pronunciou sobre o recall dos carros de sua montadora convocados na China.

A convocação também não é um indicativo de que processos parecidos serão convocados em outros mercados, ou que atualizações semelhantes se farão necessárias para carros com especificações americanas ou feitas especialmente para o mercado europeu.

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos