Mercado fechará em 4 h 38 min

Terreno no metaverso bate recorde ao ser vendido por R$ 24 milhões

·2 min de leitura
Metaverso
Espaço fica no metaverso The Sandbox

(Getty Images)

  • Nova venda recorde é feita no metaverso

  • Terreno foi adquirido por R$ 24 milhões pela Republic Realm

  • Recorde anterior era no valor de R$ 13 milhões

Ambientes no metaverso estão cada vez mais disputados e com preços de cair o queixo. Nesta terça-feira (30), um novo recorde foi quebrado depois que um terreno virtual da Atari SA foi adquirido por nada menos que R$ 24 milhões (US$ 4,3 milhões).

A propriedade fica no metaverso The Sandbox e quem desembolsou a grana para se tornar a nova dona foi a Republic Realm. De acordo com o The Wall Street Journal, essa foi a maior venda no metaverso até hoje.

Leia também:

Ainda segundo o jornal, a Republic Realm conta com 2,5 mil terrenos digitais em 19 mundos diferentes e planeja se unir com a Atari SA, de quem comprou o último, para desenvolver algumas propriedades no Sandbox.

Recorde anterior

Até então, o maior valor pago em um terreno no metaverso havia sido de R$ 13 milhões (US$ 2,4 milhões). A propriedade fica no mundo online Decentraland, plataforma que se comporta como um metaverso aberto para receber criações dos próprios usuários. A aquisição milionária foi feita pelo site Tokens.com.

O metaverso possui uma oportunidade de receita estimada em US$ 1 trilhão ao ano, conforme estimativas da empresa de gerenciamento de criptoativos Grayscale, divulgadas pelo The Cap Notícias.

Mas o que é o metaverso?

O termo, que ganhou força há pouco tempo, especifica uma espécie de ambiente virtual no qual as pessoas podem socializar, trabalhar, jogar e mais.

Nesses mundos, qualquer um pode se mover livremente, diferentemente do que acontece em jogos digitais, como Second Life ou Minecraft, já que compõem ambientes isolados, impossibilitando que uma pessoa passe do Minecraft para o Second Life, por exemplo.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos