Mercado fechado
  • BOVESPA

    98.953,90
    +411,95 (+0,42%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.743,15
    +218,70 (+0,46%)
     
  • PETROLEO CRU

    108,46
    +2,70 (+2,55%)
     
  • OURO

    1.812,90
    +5,60 (+0,31%)
     
  • BTC-USD

    19.055,88
    -268,98 (-1,39%)
     
  • CMC Crypto 200

    420,84
    +0,70 (+0,17%)
     
  • S&P500

    3.825,33
    +39,95 (+1,06%)
     
  • DOW JONES

    31.097,26
    +321,83 (+1,05%)
     
  • FTSE

    7.168,65
    -0,63 (-0,01%)
     
  • HANG SENG

    21.859,79
    -137,10 (-0,62%)
     
  • NIKKEI

    25.935,62
    -457,42 (-1,73%)
     
  • NASDAQ

    11.610,50
    +81,00 (+0,70%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5587
    +0,0531 (+0,96%)
     

Termo 'morte do Bitcoin' atinge nível recorde de buscas

Em novembro de 2021 o Bitcoin possuia um valor de US$ 69, em comparação com menos de US$ 20 mil hoje
Em novembro de 2021 o Bitcoin possuia um valor de US$ 69, em comparação com menos de US$ 20 mil hoje
  • Bitcoin caiu de mais de US$30 mil para menos de US$ 20 mil neste último fim de semana;

  • Em novembro valor do criptoativo estava em aproximadamente US$ 69 mil;

  • Analistas mais céticos afirmam que criptomoeda não se recuperará.

As pesquisas online pelo termo "bitcoin dead", ou "bitcoin morto", ou ainda "morte do bitcoin", vem aumentando significativamente nos últimos dias após uma das piores quedas da história no valor da criptomoeda.

O site Google Trends, que permite a qualquer um visualizar a quantidade histórica de buscas por uma determinada palavra ou termo, mostra ainda que o aumento das buscas coincide justamente com a última queda do ativo, que viu seu preço cair de mais de US$30 mil para menos de US$ 20 mil neste último fim de semana.

De quase 30%, a queda consegue ainda ser pior quando vista de um ponto de vista mais afastado. Esta é somente uma de uma série de flutuações no preço do criptoativo desde novembro do ano passado, quando o preço estava em seu máximo próximo de US$ 69 mil.

Analistas mais céticos veem um cenário de difícil recuperação para o Bitcoin, afirmando que a magnitude desta que a diferencia das outras. No passado a criptomoeda já sofreu grandes quedas em seu valor antes, porém em toda sua história o preço nunca recuou mais do que 4 anos de ganhos.

Segundo os analistas esse fato é um abalo psicológico nos investidores, que podem perder a confiança de que o ativo estará sempre em um ciclo ascendente a médio prazo.

Para Simon Peters, analista da plataforma de negociação online eToro, apontar uma perspectiva de longo prazo em qualquer ativo é sempre uma leitura difícil, ainda mais para investidores que compraram em níveis mais altos.

Porém “o que é crítico aqui é que qualquer caso de investimento de longo prazo feito para o criptoativo deve permanecer quando as ideias subjacentes forem consideradas e as tendências históricas de preços são levadas em consideração", afirmou.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos