Mercado fechará em 1 h 21 min
  • BOVESPA

    114.066,90
    +1.784,62 (+1,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.488,67
    +150,33 (+0,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,30
    +1,07 (+1,48%)
     
  • OURO

    1.750,60
    -28,20 (-1,59%)
     
  • BTC-USD

    44.696,89
    +967,47 (+2,21%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.122,75
    +13,83 (+1,25%)
     
  • S&P500

    4.459,34
    +63,70 (+1,45%)
     
  • DOW JONES

    34.831,76
    +573,44 (+1,67%)
     
  • FTSE

    7.078,35
    -5,02 (-0,07%)
     
  • HANG SENG

    24.510,98
    +289,44 (+1,19%)
     
  • NIKKEI

    29.639,40
    -200,31 (-0,67%)
     
  • NASDAQ

    15.325,50
    +162,00 (+1,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2246
    +0,0158 (+0,25%)
     

Terceira dose começa a ser aplicada em SP na segunda (6); confira o calendário

·3 minuto de leitura

Nesta quarta-feira (1), o governo de São Paulo anunciou o calendário oficial da terceira dose da vacina contra a COVID-19 para todo o estado. Por enquanto, a vacinação de reforço contra o coronavírus SARS-CoV-2 focará apenas em pessoas com mais de 60 anos e pacientes imunossuprimidos. A nova campanha começará na próxima segunda (6), de forma escalonada, e adotará a CoronaVac — diferente do governo Federal.

Com a dose de reforço contra a COVID-19, o governo estima melhorar as defesas de cerca de 7,2 milhões de pessoas em todo o estado. Para receber a terceira dose, os idosos precisarão ter completado o esquema vacinal há pelo menos seis meses. Já os imunossuprimidos devem ter tomado a segunda dose ou dose única há pelo menos 28 dias.

SP deve começar a terceira dose da vacina contra a COVID-19 com quem tem 90 anos ou mais (Imagem: Reprodução/Rido81/Envato Elements)
SP deve começar a terceira dose da vacina contra a COVID-19 com quem tem 90 anos ou mais (Imagem: Reprodução/Rido81/Envato Elements)

Vale lembrar que o governo de SP considerará como imunossuprimido aqueles indivíduos que têm um elevado nível de imunossupressão, como pessoas transplantadas, pacientes em hemodiálise, quimioterapia ou com HIV, por exemplo.

Calendário da terceira dose contra a COVID em SP

A seguir, confira as etapas de vacinação já anunciadas para o estado de São Paulo:

  • Entre os dias 6 e 12 de setembro, quem tem 90 anos ou mais poderá receber a dose extra. A expectativa é que 148,7 mil pessoas sejam imunizadas;

  • Entre 13 e 19 de setembro, a dose extra abrangerá a faixa etária de 85 a 89 anos. No total, devem ser alcançados mais 231,7 mil idosos;

  • Entre os dias 20 e 26, as doses estarão disponíveis as doses de reforço para os que têm de 80 a 84 anos. Nesse momento, serão inclusos os adultos imunossuprimidos. Juntos, estes grupos devem totalizar 280 mil pessoas;

  • Entre os dias 27 de setembro e 3 de outubro, serão contempladas 242,8 mil pessoas na faixa de 70 a 79 anos;

  • Entre os dias 4 e 10 de outubro, serão imunizados os idosos de 60 a 69 anos, totalizando mais 103,9 mil imunizados.

CoronaVac valerá na terceira dose de SP?

Para a terceira dose, a vacina contra a COVID-19 que deve ser usada, preferencialmente, como a terceira dose é da Pfizer/BioNTech, segundo orientação do próprio Ministério da Saúde. "Na falta desse imunizante, a alternativa deverá ser feita com as vacinas de vetor viral, Janssen ou Astazeneca [Oxford/Fiocruz]", detalha a pasta. Dessa forma, a CoronaVac deve ser desconsiderada na maioria nos estados como reforço.

Diferente do governo federal, a vacinação paulista pretende utilizar todos os imunizantes que estão sendo aplicados no Brasil, incluindo a CoronaVac, produzida pelo Instituto Butantan em parceria com o laboratório chinês Sinovac.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos