Mercado abrirá em 3 h 13 min
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,58
    +0,57 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.795,00
    -3,00 (-0,17%)
     
  • BTC-USD

    16.830,27
    +32,51 (+0,19%)
     
  • CMC Crypto 200

    395,32
    -6,71 (-1,67%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.485,84
    -3,35 (-0,04%)
     
  • HANG SENG

    19.450,23
    +635,41 (+3,38%)
     
  • NIKKEI

    27.574,43
    -111,97 (-0,40%)
     
  • NASDAQ

    11.537,75
    +28,25 (+0,25%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4745
    +0,0081 (+0,15%)
     

Ter uma irmã influencia nossa personalidade quando nos tornamos adultos?

Não é segredo que irmãos desempenham um papel fundamental na infância e, entre eles, valiosas lições sobre companheirismo e parceria são aprendidas. Por causa disso, muitas pessoas supõem que um influencie o outro a longo prazo. No senso comum, ter um irmão de determinado gênero — feminino ou masculino — também irá impactar a personalidade do outro como adulto. Eis que a ciência descobriu que isso não é verdade.

Publicado na revista Psychological Science, o estudo que buscou entender como o gênero de um irmão poderia influenciar a personalidade da pessoa como adulto foi liderado por pesquisadores da Universidade de Leipzig, na Alemanha. No total, contou com dados de mais de 80 mil adultos, espalhados por nove países.

A hipótese investigada era se ter um irmão (ou uma irmã) influenciaria em como o outro irá se desenvolver na fase adulta. Basicamente, eles queriam saber se a pessoa que cresceu com uma irmã vai ter, quando adulta, mais características tipicamente associadas ao gênero feminino que do ao seu próprio. Como vamos compreender a seguir, a resposta é não.

Ter um irmão de determinado gênero não vai impactar a personalidade da criança quando for adulta, segundo estudo (Imagem: Megostudio/Envato)
Ter um irmão de determinado gênero não vai impactar a personalidade da criança quando for adulta, segundo estudo (Imagem: Megostudio/Envato)

Personalidade de irmãos em 9 países

Para entender como a personalidade de uma pessoa se desenvolve, independente do gênero do seu irmão, a equipe de pesquisadores analisou dados de 85.887 irmãos, que moram em noves países e têm culturas, às vezes, totalmente diferentes entre si:

  • Estados Unidos;

  • Reino Unido;

  • Holanda;

  • Alemanha;

  • Suíça;

  • Austrália;

  • México;

  • China;

  • Indonésia.

Segundo os autores do estudo, a análise estatística demonstrou, de forma bastante significativa, que traços de personalidade — como assumir riscos, estabilidade emocional, consciência e paciência — não estão sistematicamente relacionados ao gênero dos irmãos.

Sua personalidade quando adulto não tem nada a ver com seu irmão

"Não encontramos efeitos causais significativos do sexo do irmão mais novo e nenhuma associação com o sexo do irmão mais velho. Dado o alto poder estatístico e resultados consistentes na amostra geral e subamostras relevantes, nossos resultados sugerem que o gênero dos irmãos não afeta sistematicamente a personalidade", pontuam os cientistas, no artigo.

“Nossas descobertas refutam a ideia de que crescer com irmãos ou irmãs nos leva a desenvolver certos traços de personalidade a longo prazo que são considerados 'tipicamente femininos' ou 'tipicamente masculinos' em uma sociedade”, reforça Julia Rohrer, uma das autoras do estudo, em comunicado.

Inclusive, Rohrer comenta que "pesquisas atuais sugerem que irmãos têm um impacto surpreendentemente pequeno na personalidade na idade adulta. Por exemplo, estudos anteriores do nosso grupo de pesquisa, aqui, em Leipzig, mostram que a posição de irmão — ou seja, se uma pessoa é primogênita ou criança 'do meio' — também não desempenha um papel importante na personalidade”.

Muito provavelmente, outros elementos são responsáveis por moldar a personalidade dos indivíduos, como a cultura e as experiências de cada um. Recentemente, um estudo norte-americano descobriu que a pandemia da covid-19, considerada um evento traumático de larga escala, conseguiu modificar traços de personalidade daqueles que têm menos de 30 anos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: