Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.180,83
    +749,61 (+1,33%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Tencent adia emissão de títulos em dólar por turbulência: Fontes

Ina Zhou
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A Tencent adiou uma emissão de títulos em dólar planejada para quarta-feira, segundo pessoas a par do assunto, em meio à turbulência nos mercados de crédito da Ásia causada por perdas em uma das maiores gestoras de ativos problemáticos.

A Tencent planejava precificar uma possível emissão de US$ 4 bilhões já na quarta-feira, o que seria uma das maiores ofertas de títulos em dólar da Ásia em 2021. A empresa está monitorando o mercado e não decidiu o momento exato da emissão planejada, disseram as pessoas, que não quiseram ser identificadas.

Um porta-voz da Tencent disse por e-mail que um anúncio sobre os títulos planejados será feito “quando apropriado”.

Chama a atenção que preocupações sobre o destino da gestora China Huarong Asset Management possam ter causado suficiente tumulto a ponto de levar a maior empresa da Ásia em valor de mercado a adiar uma emissão de dívida. Um índice Bloomberg Barclays de títulos chineses em dólar com grau de investimento mostra que os spreads deram o maior salto desde março de 2020 na terça-feira, enquanto os preços dos títulos da Huarong voltaram a cair na quarta-feira. O rendimento de uma das notas se aproximou de 40%.

A Huarong “causou certa turbulência no mercado chinês de títulos em dólar e dificultou o prazo de colocação para emissores chineses”, disse o analista da Bloomberg Intelligence, Timothy Tan. “Acho que a Tencent pode querer esperar o mercado se estabilizar antes de precificar qualquer título, uma vez que pode se dar ao luxo de ser paciente ao levantar fundos.”

Faz menos de um ano desde a emissão mais recente da Tencent de títulos em dólar, de US$ 6 bilhões. Em fevereiro, a Tencent levantou US$ 8,3 bilhões no maior empréstimo sindicalizado offshore da Ásia por uma empresa chinesa desde 2016. Um novo título em dólar seria classificado quatro degraus abaixo da nota AAA pelas três maiores agências de crédito dos EUA.

Ao mesmo tempo, algumas questões antitruste pairam sobre a Tencent, que está entre as 34 empresas de Internet listadas pela China na terça-feira para retificar quaisquer práticas anticompetitivas dentro de um mês. A medida veio dias depois de o governo chinês aplicar uma multa recorde contra o Alibaba de US$ 2,8 bilhões por abuso de domínio de mercado.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.