Mercado fechado
  • BOVESPA

    100.763,60
    +2.091,34 (+2,12%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,62
    +1,05 (+0,96%)
     
  • OURO

    1.825,40
    +0,60 (+0,03%)
     
  • BTC-USD

    20.716,08
    -361,39 (-1,71%)
     
  • CMC Crypto 200

    450,96
    -10,84 (-2,35%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.896,40
    +25,13 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    12.087,50
    +47,00 (+0,39%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5281
    -0,0160 (-0,29%)
     

Temos que aumentar os juros em 0,5 p.p. em setembro, diz autoridade do BCE

Presidente do BC da Eslováquia, Peter Kazimir

(Reuters) - O Banco Central Europeu precisa acelerar o ritmo do aperto monetária para 0,50 ponto percentual em setembro, após um aumento inicial de 0,25 ponto em julho, disse nesta segunda-feira o membro do Conselho do governo eslovaco, Peter Kazimir.

"O verão (no Hemisfério Norte) não é o fim de nada, apenas o começo", disse Kazimir em comentários enviados por e-mail. "No outono, concretamente em setembro, continuaremos com o aumento dos juros e aqui vejo claramente a necessidade de acelerar o ritmo e entregar um aumento de 0,50 ponto", disse ele.

O BCE indicou um aumento de 0,25 ponto dos juros em julho e disse que um aumento maior pode ser necessário em setembro, pois as pressões inflacionárias estavam aumentando e se ampliando, elevando o risco de que o crescimento dos preços se torne arraigado.

"Do meu ponto de vista, é mais razoável agir preventivamente do que coçar a cabeça depois", disse Kazimir, presidente do banco central eslovaco

"Os dados recebidos apenas me asseguram que não há motivo para hesitar. Taxa de juros negativa devem ser o passado em setembro."

O BCE agora estima a inflação em 6,8% este ano, mais do triplo de sua meta, e o crescimento dos preços pode se manter acima de 2% até 2024, aumentando o risco de que as empresas e as famílias percam a confiança no compromisso do banco com a estabilidade de preços.

Kazimir disse que a inflação permanecerá alta por algum tempo, inclusive em dois dígitos na Eslováquia no próximo ano.

(Reportagem de Jan Lopatka em Praga)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos