Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.068,55
    -1.120,02 (-1,02%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.725,96
    -294,69 (-0,58%)
     
  • PETROLEO CRU

    72,51
    +0,50 (+0,69%)
     
  • OURO

    1.799,20
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    16.872,41
    -219,46 (-1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    394,86
    -7,18 (-1,79%)
     
  • S&P500

    3.933,92
    -7,34 (-0,19%)
     
  • DOW JONES

    33.597,92
    +1,58 (+0,00%)
     
  • FTSE

    7.489,19
    -32,20 (-0,43%)
     
  • HANG SENG

    18.814,82
    -626,36 (-3,22%)
     
  • NIKKEI

    27.686,40
    -199,47 (-0,72%)
     
  • NASDAQ

    11.514,00
    +4,50 (+0,04%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4721
    -0,0066 (-0,12%)
     

Temores com Covid ofuscam estímulos e ações da China caem

Painel eletrônico com informações de bolsas em Xangai

(.)

(Reuters) - As ações da China caíram nesta quinta-feira, uma vez que as preocupações com os casos recorde de Covid-19 no país ofuscaram o otimismo com novo estímulo econômico.

Já as ações de Hong Kong acompanharam os mercados asiáticos em meio às esperanças de que o ritmo de juros nos Estados Unidos irá desacelerar.

O índice CSI 300, que reúne as maiores companhias listadas em Xangai e Shenzhen, fechou com queda de 0,44%, enquanto o índice de Xangai caiu 0,25%. O índice Hang Seng de Hong Kong teve ganho de 0,78%.

O aumento das infecções de Covid-19 nas principais cidades, incluindo Pequim, Xangai e Guangzhou, diminuiu as perspectivas de crescimento, mesmo depois de o governo implementar uma série de medidas para apoiar o setor imobiliário, além de sinalizar planos para cortar a taxa de compulsório dos bancos para ajudar a economia.

A China informou na quarta-feira 31.444 novos casos locais de Covid para 23 de novembro, seu maior número diário desde o início da pandemia, há quase três anos. As cidades chinesas adotaram mais restrições para controlar a pandemia.

. Em TÓQUIO, o índice Nikkei avançou 0,95%, a 28.383 pontos.

. Em HONG KONG, o índice HANG SENG subiu 0,78%, a 17.660 pontos.

. Em XANGAI, o índice SSEC perdeu 0,25%, a 3.089 pontos.

. O índice CSI300, que reúne as maiores companhias listadas em XANGAI e SHENZHEN, retrocedeu 0,44%, a 3.756 pontos.

. Em SEUL, o índice KOSPI teve valorização de 0,96%, a 2.441 pontos.

. Em TAIWAN, o índice TAIEX registrou alta de 1,20%, a 14.784 pontos.

. Em CINGAPURA, o índice STRAITS TIMES desvalorizou-se 0,10%, a 3.252 pontos.

. Em SYDNEY o índice S&P/ASX 200 avançou 0,14%, a 7.241 pontos.