Mercado abrirá em 4 h 49 min
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,71
    -0,95 (-1,15%)
     
  • OURO

    1.803,20
    +4,40 (+0,24%)
     
  • BTC-USD

    59.127,52
    -1.710,46 (-2,81%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.425,24
    -49,09 (-3,33%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    0,00 (0,00%)
     
  • HANG SENG

    25.514,48
    -114,26 (-0,45%)
     
  • NIKKEI

    28.820,09
    -278,15 (-0,96%)
     
  • NASDAQ

    15.597,25
    +10,00 (+0,06%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4511
    +0,0264 (+0,41%)
     

Temores com China persistem e Ibovespa deve abrir semana em leve baixa

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO (Reuters) - Temores dos efeitos de uma crise imobiliária na China sobre as economias local e global mantinham investidores angustiados no início desta semana, com os negócios do pré-mercado indicando abertura em queda do principal índice brasileiro de ações.

Às 9:34, o contrato futuro de Ibovespa com vencimento em 13 de outubro mostrava desvalorização de 0,5%, aos 113.190 pontos.

"As preocupações com o setor imobiliário da China seguem pesando sobre os negócios", afirmou a equipe de pesquisa econômica do Bradesco, em nota a clientes.

Mais cedo, o governo chinês anunciou injeção de 15,5 bilhões de dólares no sistema financeiro com operações de recompra reversa de 14 dias, buscando garantir a liquidez do sistema.

Não bastassem os efeitos do possível calote da incorporadora Evergrande, agora o mercado também passa a avaliar outra possível crise na China, a energética, devido ao aperto da oferta de carvão, que provocou contração na indústria em várias regiões e pesou sobre o crescimento econômico do país.

Controles de emissões mais rígidos também têm afetado a oferta de energia.

(Por Aluísio Alves)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos