Mercado abrirá em 9 h 4 min

Temer aciona forças federais para interromper greve

Alberto Wu/Futura Press

O presidente Michel Temer acionou o uso das forças federais de segurança para interromper a greve dos caminhoneiros e pediu aos governadores dos estados que façam o mesmo. O anúncio, feito na manhã desta sexta-feira, lamenta a manutenção da paralisação mesmo após o acordo travado pelo governo.

“Infelizmente, uma minoria, levou adiante o bloqueio e impede que outros caminhoneiros cumpram o acordo. Vamos iniciar o plano de segurança. Acionei as forças federais de seguranças para desbloquear as estradas”, anunciou. “E solicitei aos senhores governadores que façam o mesmo”.

A decisão foi divulgada após reunião entre o presidente e ministros para discutir a situação no país.

“Assim como tivemos a coragem do diálogo, temos a coragem de exercer a autoridade”, disse o presidente, acrescentando que quem mantiver a paralisação será responsabilizado.

A greve já está no quinto dia e afetou o abastecimento de combustíveis em aeroportos e postos de gasolina, entrega de alimentos e produtos em supermercados e outros setores da economia. Nesta sexta, 24 estados e o Distrito Federal registraram manifestações e mais de 500 focos de paralisações e bloqueios parciais em estradas. (Com informaçōes da Folhapress)