Mercado fechará em 3 h 57 min
  • BOVESPA

    110.239,26
    +837,85 (+0,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.557,94
    -241,52 (-0,48%)
     
  • PETROLEO CRU

    76,80
    -0,13 (-0,17%)
     
  • OURO

    1.789,80
    +8,50 (+0,48%)
     
  • BTC-USD

    16.990,75
    -219,67 (-1,28%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,54
    -1,26 (-0,31%)
     
  • S&P500

    3.969,65
    -29,19 (-0,73%)
     
  • DOW JONES

    33.829,01
    -118,09 (-0,35%)
     
  • FTSE

    7.546,25
    -21,29 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    19.441,18
    -77,11 (-0,40%)
     
  • NIKKEI

    27.885,87
    +65,47 (+0,24%)
     
  • NASDAQ

    11.718,00
    -87,75 (-0,74%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4975
    -0,0359 (-0,65%)
     

Telescópio Hubble observa galáxias "em anel" a 670 milhões de anos-luz

A fusão de galáxias catalogada como “Arp-Madore 417-391” aparece em uma nova foto do telescópio Hubble. Publicada pela NASA e Agência Espacial Europeia nesta semana, a imagem revela a dupla de galáxias a cerca de 670 milhões de anos-luz da Terra, que chama a atenção por sua aparência curiosa, semelhante a um anel.

A imagem foi capturada pelo instrumento Advanced Camera for Surveys (ACS). Ele foi especialmente otimizado para “caçar” galáxias e aglomerados galácticos no universo, e vem ajudando os cientistas a entender a evolução dos aglomerados e até a distribuição da misteriosa matéria escura.

Confira:

Fusão de galáxias fotografada pelo Hubble (Imagem: Reprodução/ESA/Hubble & NASA, Dark Energy Survey/DOE/FNAL/DECam/CTIO/NOIRLab/NSF/AURA, J. Dalcanton)
Fusão de galáxias fotografada pelo Hubble (Imagem: Reprodução/ESA/Hubble & NASA, Dark Energy Survey/DOE/FNAL/DECam/CTIO/NOIRLab/NSF/AURA, J. Dalcanton)

Na foto, há duas galáxias com aparência distorcida graças à gravidade. O resultado é o formato delas, que acabou parecido com um grande anel luminoso, enquanto os núcleos de ambas aparentam estar próximos entre si.

Elas fazem parte do catálogo Arp-Madore, que une galáxias peculiares dispersas pelo céu do hemisfério sul. Além de Arp-Madore 417-391, o catálogo inclui outras galáxias curiosas, como aquelas em interação e até algumas em processo de colisão.

O registro é resultado de uma série de observações realizadas com o Hubble para criar uma lista de objetos de interesse para o telescópio James Webb e observatórios em solo. Assim, os astrônomos trabalharam com uma lista de galáxias ainda não observadas para estudos iniciais com o Hubble.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: