Mercado fechará em 2 h 25 min
  • BOVESPA

    117.092,42
    +862,30 (+0,74%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.731,54
    -315,04 (-0,68%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,85
    +1,33 (+1,54%)
     
  • OURO

    1.720,20
    -10,30 (-0,60%)
     
  • BTC-USD

    20.220,90
    +261,74 (+1,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    458,24
    -0,17 (-0,04%)
     
  • S&P500

    3.775,73
    -15,20 (-0,40%)
     
  • DOW JONES

    30.246,45
    -69,87 (-0,23%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.603,75
    -37,00 (-0,32%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1251
    -0,0428 (-0,83%)
     

Telescópio Hubble encontra "ilusão de ótica" em galáxias

Uma nova foto do telescópio Hubble traz duas galáxias espirais distantes que parecem estar sobrepostas uma à outra quase em uma “ilusão de ótica” cósmica. Chamadas SDSS “J115331” e “LEDA 2073461”, as galáxias ficam a mais de um bilhão de anos-luz da Terra e, graças a uma feliz coincidência, parecem estar interagindo.

A nova foto foi publicada pela Agência Espacial Europeia (ESA), parceira da NASA no programa do telescópio espacial Hubble. Na publicação, os oficiais da ESA destacam que, apesar de parecerem estar colidindo, as galáxias não estão interagindo; na verdade, o alinhamento delas aconteceu por acaso, e foi capturado junto de uma grande variedade de galáxias ao fundo.

Confira:

As galáxias aparecem sobrepostas por acaso, e não estão interagindo (Imagem: Reprodução/ESA/Hubble & NASA, W. Keel)
As galáxias aparecem sobrepostas por acaso, e não estão interagindo (Imagem: Reprodução/ESA/Hubble & NASA, W. Keel)

A imagem foi produzida a partir de observações do projeto Galaxy Zoo, um dos projetos de ciência cidadã mais conhecidos e com mais resultados publicados. A iniciativa começou em 2007 com dados de um milhão de galáxias estudadas pelo levantantamento Sloan Digital Sky Survey, analisados por voluntários. “Eles classificam as galáxias fotografadas por telescópios robóticos, e normalmente são os primeiros a colocar os olhos em objetos astronômicos”, explicou a ESA.

As galáxias J115331 e LEDA 2073461 são exemplos mais recentes de algumas das galáxias mais fascinantes que eles já encontraram. "Com tantas galáxias, consideramos que levariam anos para os visitantes do site trabalharem em todas elas, mas em apenas 24 horas após o lançamento do projeto, ficamos surpresos por receber quase 70 mil classficações por hora", disseram os membros do projeto.

Com o Galaxy Zoo, os participantes descobriram galáxias de tipos variados e realizaram mais de 50 milhões de classificações no primeiro ano da iniciativa, feitas por mais de 150 mil pessoas. "Ter várias classificações independentes do mesmo objeto é importante, porque isso nos permite avaliar o quão confiáveis são os nossos resultados", finalizaram.

Para explorar os detalhes da foto em uma versão com recursos de zoom, clique aqui.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: