Mercado abrirá em 39 mins
  • BOVESPA

    110.909,61
    +2.127,46 (+1,96%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.174,06
    -907,27 (-1,78%)
     
  • PETROLEO CRU

    80,11
    +1,91 (+2,44%)
     
  • OURO

    1.773,30
    +9,60 (+0,54%)
     
  • BTC-USD

    16.895,44
    +381,53 (+2,31%)
     
  • CMC Crypto 200

    400,91
    +12,19 (+3,13%)
     
  • S&P500

    3.957,63
    -6,31 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    33.852,53
    +3,07 (+0,01%)
     
  • FTSE

    7.554,72
    +42,72 (+0,57%)
     
  • HANG SENG

    18.597,23
    +392,55 (+2,16%)
     
  • NIKKEI

    27.968,99
    -58,85 (-0,21%)
     
  • NASDAQ

    11.555,00
    +30,25 (+0,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4700
    +0,0134 (+0,25%)
     

Telegram ganha transcrição de vídeo, tópicos em grupos e NFTs

O Telegram lançou uma atualização que adiciona transcrição de voz para texto para vídeos, separação de conversas por temas em grupos e os já falados nomes de usuários em NFTs. Essa é uma das versões mais notáveis do mensageiro, pois traz três recursos muito esperados.

Transcrição de áudio de vídeos

A conversão do áudio dos vídeos em texto permite ao usuário saber o conteúdo apenas lendo uma descrição, sem a necessidade de ouvir o som. O recurso é exclusivo para usuários do Telegram Premium, assim como já ocorre com a transcrição de mensagens de voz para textos.

Para usar a conversão, o usuário deverá clicar no botão da seta para direita com a letra "A". Esse ícone surgirá sempre no canto inferior direito de um vídeo recebido pelos assinantes. É ideal para quem está em locais públicos, sem fone de ouvido, porque separa todas as falas do vídeo em um bloco textual.

A transcrição deve ser ativada no ícone e transformará fala em texto (Imagem: Reprodução/Telegram)
A transcrição deve ser ativada no ícone e transformará fala em texto (Imagem: Reprodução/Telegram)

Tópicos em Grupos

O segundo recurso a desembarcar é a separação das conversas em tópicos nos grupos do Telegram. Todo bate-papo com 200 ou mais membros pode criar espaços separados, que funcionam como chats individuais, para restringir o tema tratado.

Esses pequenos subgrupos têm suas próprias notificações independentes do grupo maior original. O funcionamento lembra os servidores do Discord, nos quais há várias salas com tópicos separados para tratar sobre anúncios, notícias, dicas, avisos e outros.

A novidade é utilizável em qualquer grupo público, cabendo aos administradores fazerem essa separação. Não é necessário ser inscrito no Telegram Premium para usar tal função, logo todos podem tirar proveito. Esta é mais uma ferramenta do mensageiro para rivalizar com o WhatsApp, que começou a liberar as Comunidades na semana passada.

Nomes de usuário em NFT

Uma das novidades mais alardeadas nas últimas semanas pelo Telegram são os chamados Collectible Usernames. Trata-se da venda de nomes de usuário exclusivos para quem estiver disposto a investir grandes quantias.

O comprador recebe um ativo NFT (Token Não Fungível) na rede de blockchain TON, o qual pode ser usado para acessar um grupo, um perfil e até um site atrelado. Os nomes personalizados devem ter no mínimo cinco caracteres e devem ser acessíveis por links fixos como nomedeusuario.t.me e t.me/nomedeusuario.

A vantagem de fazer essa compra é ter um domínio curto e direto levando para o seu serviço. Na época do lançamento, por exemplo, o domínio bank.t.me era o mais caro, dando o direito ao comprador de usar como desejar. Se não quiser mais, o proprietário pode comercializar o ativo digital pelo preço desejado.

Update chega atrasado devido à Apple

O modo escuro do Telegram também foi redesenhado para usuários do iOS, deixando as cores mais equilibradas e com melhores efeitos de desfoque. Já usuários do Android terão novas opções para redimensionar o texto, como visualização de links e cabeçalhos das respostas. Foram adicionadas bolhas de bate-papo pulsante para quando as mensagens estão carregando e uma nova animação de deslizar para a esquerda para responder.

Esse é um update atrasado em duas semanas devido à demora da Apple para revisar as mudanças, segundo o fundador do Telegram Pavel Durov. Segundo o executivo, a Maçã normalmente leva entre sete e dez dias para fazer a análise, mas demorou mais de 14 na mudança recente.

O CEO do Telegram sempre criticou a Maçã pelo demorado processo de revisão — embora a empresa diga que o faz em 24 horas — e pela burocracia na submissão. Durov também reclama que a Gigante de Cupertino limita a liberdade dos usuários e removeu a capacidade de criar posts pagos devido às restrições impostas pela App Store.

Por fim, os usuários do Telegram Premium têm acesso a 12 novos pacotes de emojis, que podem ser definidos como status do usuário ou usados ​​em mensagens e legendas. Quem já possui o Telegram instalado no celular, deve atualizar o aplicativo para desfrutar das novidades.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: