Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,69 (-0,69%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,56 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,95
    +0,65 (+0,89%)
     
  • OURO

    1.750,60
    +0,80 (+0,05%)
     
  • BTC-USD

    43.141,54
    -1.493,09 (-3,35%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.067,20
    -35,86 (-3,25%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,18 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,82 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    +609,41 (+2,06%)
     
  • NASDAQ

    15.319,00
    +15,50 (+0,10%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2556
    +0,0306 (+0,49%)
     

Telegram está em 53% dos celulares brasileiros, mas WhatsApp ainda lidera

·2 minuto de leitura

O Telegram continua ampliando sua presença no Brasil. Na mais recente pesquisa Panorama Mobile Time/Opinion Box, o app estava presente em 53% dos celulares do país. Há seis meses, o mensageiro estava em menos da metade, enquanto no mesmo período do ano passado acumulava somente 35%.

Foram 18 pontos percentuais acrescentados nos últimos 12 meses. O relatório revela que a maior parte do crescimento é puxada por homens — 58% deles têm o app baixado —, enquanto cerca de metade das mulheres utilizam o mensageiro alternativo.

Crescimento do Telegram não afetou popularidade do WhatsApp (Imagem: Reprodução/Mobile Time)
Crescimento do Telegram não afetou popularidade do WhatsApp (Imagem: Reprodução/Mobile Time)

Quanto mais jovem, maior a chance de ser um usuário do Telegram. Entre brasileiros de 16 a 29 anos de idade, 58% utilizam o principal rival do WhatsApp. O número diminui nas faixas etárias seguintes: 30-49 anos representa 53% e somente 42% dos cidadãos com 50 anos ou mais.

A pesquisa aconteceu entre os dias 14 e 23 de julho e entrevistou mais de 2 mil brasileiros donos de smartphone. A margem de erro, segundo o Mobile Time, é de 2,2 pontos percentuais e o grau de confiança é de 95%.

Como está o WhatsApp?

Inabalável, essa é a resposta ideal. A popularidade do mensageiro do Facebook se mantém mesmo com o crescimento de seus rivais, revelando que ele não está sendo substituído, mas as pessoas estão optando por ter dois (ou mais) apps de chat no celular.

WhatsApp se mantém no topo, sem qualquer variação, desde agosto de 2020 (Imagem: Reprodução/Mobile Time)
WhatsApp se mantém no topo, sem qualquer variação, desde agosto de 2020 (Imagem: Reprodução/Mobile Time)

Desde agosto de 2020, o WhatsApp se mantém com 99% de popularidade — praticamente todo celular brasileiro, se considerada a margem de erro. Usuários que utilizam o mensageiro todo dia representam 86%, enquanto o Telegram tem apenas 25% de sua base acessando o app diariamente. Em chance de ser desinstalado, o WhatsApp também se destaca. Somente 1% considera excluir o mensageiro, enquanto essa mesma categoria representa 19% dos usuários do seu rival principal.

Como você está nessa pesquisa? Seu celular tem mais de um mensageiro baixado ao mesmo tempo? Comente logo abaixo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos