Mercado fechará em 6 h 56 min
  • BOVESPA

    101.915,45
    -898,58 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.698,72
    -97,58 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    69,18
    +3,00 (+4,53%)
     
  • OURO

    1.787,40
    +10,90 (+0,61%)
     
  • BTC-USD

    57.204,55
    -513,41 (-0,89%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.468,66
    +25,88 (+1,79%)
     
  • S&P500

    4.567,00
    -88,27 (-1,90%)
     
  • DOW JONES

    34.483,72
    -652,22 (-1,86%)
     
  • FTSE

    7.153,32
    +93,87 (+1,33%)
     
  • HANG SENG

    23.658,92
    +183,66 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    27.935,62
    +113,86 (+0,41%)
     
  • NASDAQ

    16.384,25
    +233,75 (+1,45%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3230
    -0,0470 (-0,74%)
     

Telefônica Brasil iniciando tendência de alta?

·2 min de leitura

A Telefônica Brasil (VIVT3) foi uma das poucas empresas que, aparentemente, não sofreu com a pandemia. Pelo menos é isso que o gráfico mostra. Em março de 2020 o papel chegou a se valorizar mais de 20%, ao contrário das demais empresas que viram suas ações despencando.

Na realidade, observando o gráfico semanal, é notado que as ações vêm trabalhando dentro de um grande canal desde o final de 2019. Apesar de o ativo ter violado o canal diversas vezes, é notado um certo respeito pelas linhas de suporte e resistência.

Conforme mostrado no gráfico, o início da pandemia trouxe bastante volatilidade para o papel, porém este permaneceu dentro do canal.

Em julho, quando o ativo tocou pela última vez na linha inferior do canal, foi iniciado um movimento de alta. Assim como nas outras vezes, quando o ativo alcançou a linha superior, mostrou respeito pela resistência e recuou. Entretanto, nesta semana as ações vêm fazendo um forte movimento de alta, rompendo o canal para cima.

Gráfico diário.

No gráfico diário é possível observar a formação de um pivô de pré-rompimento do canal.

O movimento realizado pelo papel foi um dos mais confiáveis da análise técnica. Como mostrado no gráfico, o papel subiu até a resistência, recuou até a média móvel de 20 períodos e subiu novamente acionando o pivô.

Com a forte movimentação de alta, hoje o ativo já alcançou praticamente o alvo de 100% do pivô de pré-rompimento. Contudo, esta movimentação de alta pode ter aberto o caminho para um movimento bem maior.

Projetando os alvos do canal que foi rompido, é notado que o ativo pode voltar a trabalhar na região de topo, ou até mesmo superá-la, caso siga até o terceiro alvo.

A região do topo histórico anterior, formado em março de 2020, está representada no gráfico pela linha tracejada em amarelo. O alvo de 100% da consolidação levaria o ativo até o topo. Caso o ativo tivesse força para ir até o terceiro alvo, estaria alcançando novas máximas.

Números interessantes.

O setor de comunicações é sempre bem visto aos olhos de investidores que buscam empresas boas pagadoras de dividendos. Observando os dividendos pagos pela Brasil Telefônica nos últimos 5 anos, chegamos a um dividend yield de quase 7%.

Considerando que se trata da maior empresa do setor no Brasil, e a estabilidade no preço das ações, mesmo com a pandemia, esta movimentação de alta pode despertar o interesse de muitos investidores.

É óbvio que no mercado financeiro tudo é possível. Da mesma forma, todos os padrões da análise técnica estão sujeitos a falhas. No entanto, depois de passar tanto tempo trabalhando em uma consolidação, é esperado que o ativo faça um movimento grande.

E neste caso, as ações da Telefônica Brasil podem estar iniciando um belo movimento de alta.

This article was originally posted on FX Empire

More From FXEMPIRE:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos