Mercado fechado
  • BOVESPA

    108.976,70
    -2.854,30 (-2,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,15
    -2,13 (-2,79%)
     
  • OURO

    1.747,60
    -6,40 (-0,36%)
     
  • BTC-USD

    16.155,18
    -338,26 (-2,05%)
     
  • CMC Crypto 200

    378,47
    -4,19 (-1,09%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.486,67
    +20,07 (+0,27%)
     
  • HANG SENG

    16.939,16
    -634,42 (-3,61%)
     
  • NIKKEI

    28.147,76
    -135,27 (-0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.670,75
    -112,00 (-0,95%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5994
    -0,0250 (-0,44%)
     

TCU diz que governo Bolsonaro 'quer fornecer as informações' e acredita em transição tranquila

***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 01.09.2020 - O ministro da Economia, Paulo Guedes. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF, 01.09.2020 - O ministro da Economia, Paulo Guedes. (Foto: Pedro Ladeira/Folhapress)

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) - Ministros do TCU (Tribunal de Contas da União) se reuniram, na manhã desta quinta-feira (3), com os ministros Paulo Guedes, da Economia, e Ciro Nogueira, da Casa Civil, para tratar da transição de governo entre Jair Bolsonaro (PL) e Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

O encontro, a portas fechadas, ocorreu no âmbito do comitê criado pelo TCU para acompanhar a transição. Guedes e Ciro saíram sem falar com a imprensa.

"Há uma grande receptividade por parte da equipe do atual governo, que quer fornecer as informações. E eu acredito que assim vai ocorrer de maneira serena e tranquila", afirmou o ministro Antonio Anastasia, do TCU, que será o relator do tema.

"A transição se baseia fundamentalmente em trocas de informações. Qual que é o acompanhamento que nós vamos fazer, é seguir, zelar para que as informações fluam de maneira oportuna, no tempo adequado, e que sejam de fato aquelas que foram solicitadas", completou.

Segundo a Folha de S.Paulo apurou, a conversa, inicialmente, não tratou de temas como o Orçamento, nem das contas da União, mas teve como foco garantir a transparência no fluxo das informações.

De acordo com relatos, o ministro Jorge Oliveira, do TCU, disse já ter conversado com Bolsonaro e a ideia é fazer transição pacífica. Ele foi indicado pelo presidente à corte, e é um dos seus aliados de primeira hora.

Ainda nesta quinta, o comitê do TCU irá se reunir com representantes de Lula na transição de governo, o vice-presidente eleito Geraldo Alckmin (PSB), Aloizio Mercadante, e a presidente do PT, Gleisi Hoffmann.

As conversas se dão quatro dias após o resultado das eleições, no momento em que bolsonaristas fazem atos golpistas em diversas cidades do país, bloqueiam estradas e sem que Bolsonaro tenha, publicamente, reconhecido a derrota nas urnas.

Segundo Anastasia, no entanto, os ministros do governo asseguraram que a transição será pacífica. "Muita boa vontade", afirmou o membro do TCU, após o encontro.

Também participaram do encontro Bruno Dantas, presidente do tribunal, e os ministros Jorge Oliveira e Vital do Rêgo, respectivamente relatores das contas da Presidência em 2022 e 2023.

"Tivemos uma reunião para apresentar aos ministros do governo o comitê que acompanhará a transição", afirmou Dantas após o encontro.