Mercado abrirá em 3 h 44 min
  • BOVESPA

    110.786,43
    +113,67 (+0,10%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.298,20
    -104,50 (-0,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    82,81
    -0,61 (-0,73%)
     
  • OURO

    1.783,30
    -1,60 (-0,09%)
     
  • BTC-USD

    65.446,23
    +1.379,12 (+2,15%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.542,71
    +61,90 (+4,18%)
     
  • S&P500

    4.536,19
    +16,56 (+0,37%)
     
  • DOW JONES

    35.609,34
    +152,03 (+0,43%)
     
  • FTSE

    7.199,70
    -23,40 (-0,32%)
     
  • HANG SENG

    26.012,35
    -123,67 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.708,58
    -546,97 (-1,87%)
     
  • NASDAQ

    15.335,25
    -42,25 (-0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4485
    -0,0711 (-1,09%)
     

TCU determina suspensão de portaria da Cultura sobre análise de projetos da Rouanet

·1 minuto de leitura
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF: Ministro-substituto do TCU, André Luis de Carvalho. (Foto: Alan Carvalho/Folhapress)
***ARQUIVO***BRASÍLIA, DF: Ministro-substituto do TCU, André Luis de Carvalho. (Foto: Alan Carvalho/Folhapress)

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O TCU (Tribunal de Contas da União) determinou à Secretaria da Cultura do governo Bolsonaro a suspensão de portaria que trata da análise de projetos da Lei Rouanet.

A portaria da Cultura, de dezembro de 2020, estabelece o limite de seis processos analisados diariamente —uma média mensal de 120​.

A decisão cautelar é do ministro-substituto André Luís de Carvalho. Ele determinou que a pasta promova "a efetiva e imediata sustação de todos os atos resultantes da aplicação" da norma.

Relatório realizado pela área técnica do TCU havia apontado que a portaria "asfixia a condução de política pública de fomento cultural". O documento foi elaborado pela Secretaria de Controle Externo da Educação, do Esporte e da Cultura do TCU. ​

​A unidade técnica afirmava ainda que a portaria está em descompasso com a Constituição Federal e viola o princípio da eficiência da administração pública "em face do represamento anual dos projetos culturais de fomento indireto (...) que afeta susbtancialmente a relação input/output da política pública de incentivos fiscais do setor cultural".​

​"Trata-se de uma medida de natureza precária, que só apresentaria algum grau de eficiência caso fosse conjugada com medidas estruturais capazes efetivamente de sanar o elevado histórico de contas, cuja origem, além de razões históricas, é fortemente condicionada por seu caráter estrutural", afirmava o documento.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos