Mercado fechará em 2 h 36 min
  • BOVESPA

    100.657,64
    +1.985,38 (+2,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.190,24
    +448,74 (+0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,10
    +2,48 (+2,30%)
     
  • OURO

    1.826,20
    -4,10 (-0,22%)
     
  • BTC-USD

    20.751,05
    -546,85 (-2,57%)
     
  • CMC Crypto 200

    452,07
    -9,72 (-2,11%)
     
  • S&P500

    3.910,87
    -0,87 (-0,02%)
     
  • DOW JONES

    31.512,66
    +11,98 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.258,32
    +49,51 (+0,69%)
     
  • HANG SENG

    22.229,52
    +510,46 (+2,35%)
     
  • NIKKEI

    26.871,27
    +379,30 (+1,43%)
     
  • NASDAQ

    12.084,00
    -56,50 (-0,47%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,5273
    -0,0251 (-0,45%)
     

TCU aprova 7ª rodada de aeroportos e governo deve publicar edital neste mês

SÃO PAULO (Reuters) - O governo federal deve publicar ainda neste mês o edital para o leilão da sétima rodada de aeroportos, que incluirá o terminal paulistano de Congonhas, depois que o Tribunal de Contas da União (TCU) aprovou os termos do certame nesta quarta-feira.

Segundo o Ministério da Infraestrutura, após a publicação do edital, a expectativa é que o leilão ocorra "no segundo semestre".

A sétima rodada, que deveria ter ocorrido no início deste ano não fossem queixas do governo do Rio de Janeiro sobre a inclusão do aeroporto de Santos Dumont na disputa, é atualmente formada por 15 terminais e previsão de investimento de 7,3 bilhões de reais ao longo dos contratos de concessão.

O leilão será dividido em três blocos, com um sendo formado pelos aeroportos de: Congonhas (SP), Campo Grande (MS), Corumbá (MS), Ponta Porã (MS), Santarém (PA), Marabá (PA), Carajás (PA), Altamira (PA), Uberlândia (MG), Uberaba (MG) e Montes Claros (MG). O investimento previsto neste bloco é de 5,9 bilhões de reais e a outorga mínima é de 255 milhões.

Outro lote será formado por Belém (PA) e Macapá (AP), com 875 milhões de reais em investimentos e outorga inicial de 57 milhões.

Haverá ainda um lote, chamado de aviação geral, integrado pelos aeroportos de Campo de Marte, assim como Congonhas encravado na capital paulista, e Jacarepaguá (RJ). Neste caso, o investimento a ser contratado pelo grupo vencedor será de 560 milhões de reais e a outorga mínima de 138 milhões, informou o ministério.

(Por Alberto Alerigi Jr.; edição de André Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos