Mercado fechará em 6 h 4 min

TCL pode ser a primeira fabricante a lançar celular com câmera sob a tela

Felipe Junqueira

Nem Huawei, nem Samsung e nem Xiaomi ou mesmo OPPO. A primeira empresa a provavelmente oferecer um smartphone com câmera por baixa da tela pode muito bem ser a TCL. A aguardada novidade, sobre a qual temos notícias há muitos anos, está cada vez mais próxima de se tornar realidade — para pôr um fim aos famigerados notches e furos no display.

Uma das maiores fabricantes de televisões do mundo se aventura na indústria de smartphones há algum tempo, e começa a buscar espaço na categoria de intermediários premium. A empresa tem deixado de lado as marcas BlackBerry e Alcatel, das quais é dona, para agora apostar no próprio nome; e conseguiu boas avaliações com os TCL 10, 10 Pro e 10L, anunciados lá fora no começo de 2020.

As coisas prometem esquentar no futuro próximo. Uma patente requerida em dezembro e publicada recentemente mostra que a companhia está preparando um celular com câmera por baixo da tela. A documentação está no CNIPA (sigla em inglês para Escritório Nacional de Propriedade Intelectual da China), com data dessa sexta-feira (12).

Já há notícias de que OPPO e Xiaomi estão bastante avançadas no desenvolvimento de um smartphone com câmera de selfie sob a tela, e recentemente a empresa Visionox anunciou que está pronta para fabricar essa solução em massa. Esta empresa, no entanto, deve trabalhar exclusivamente com a Huawei, ao menos em um primeiro momento. A chinesa também patenteou um smartphone com câmera embaixo da tela recentemente.

A maratona pelo sensor sob o painel parece que está chegando ao fim, e esses instantes finais prometem ser bem intensos. Vamos conhecer um pouco mais sobre o suposto smartphone da TCL que pode ser o primeiro, ou ao menos um dos estreantes, a trazer tal recurso.

Quatro câmeras atrás, uma escondida na frente

Esquemas do suposto smartphone TCL com câmera sob a tela (Foto: Reprodução/LetsGoDigital)

A patente traz desenhos de um celular com visual aparentemente bem moderno, com as laterais arredondadas, pegada presumivelmente ergonômica. Na parte de trás, são quatro câmeras e dois flashes, enquanto na frente só podemos ver a tela, sem recorte, sem furo e quase sem bordas. Não há gaveta para sensor retrátil, nem mecanismo para girar o conjunto principal: a câmera de sefies fica sob o display.

As câmeras traseiras ficam dispostas em uma espécie de quadrado, sendo que duas entram em uma lombada, com outras duas abaixo. Os flashes ficam um em cada lado das lentes superiores. Não há marcação para leitor de impressão digital, que também deve ficar sob a tela.

Apesar da patente completa, com imagens e descrições, nada garante que o produto chegará de fato às prateleiras. É apenas um indicativo de que a TCL tem o desenvolvimento de algo neste sentido. Considerando que a companhia tem arriscado bastante com inovação, tudo leva a crer que veremos um aparelho assim nas lojas em um futuro não muito distante.

Fonte: Canaltech