Mercado abrirá em 37 mins
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,74 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,63
    +3,48 (+5,11%)
     
  • OURO

    1.796,40
    +8,30 (+0,46%)
     
  • BTC-USD

    57.228,02
    +2.613,98 (+4,79%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.430,04
    -25,37 (-1,74%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,06 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.124,84
    +80,81 (+1,15%)
     
  • HANG SENG

    23.852,24
    -228,28 (-0,95%)
     
  • NIKKEI

    28.283,92
    -467,70 (-1,63%)
     
  • NASDAQ

    16.213,50
    +162,50 (+1,01%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3310
    -0,0175 (-0,28%)
     

TCL apresenta tela que poderá estar nos próximos celulares dobráveis da Xiaomi

·2 min de leitura

Nesta terça-feira (16), a TCL apresentou alguns detalhes da nova geração de suas telas flexíveis, em evento realizado na cidade de Shenzen, na China. Como a marca costuma formar parcerias com a Xiaomi, é possível que os próximos celulares dobráveis da companhia tragam esse novo display.

Componente tem alta resolução e durabilidade (Imagem: Divulgação/TCL)
Componente tem alta resolução e durabilidade (Imagem: Divulgação/TCL)

O componente tem uma alta resolução de 2480 x 1860 pixels, com 8,01 polegadas e tecnologia AMOLED. De acordo com testes feitos pela TCL, ele traz resistência para até 200 mil ciclos de dobra sem apresentar danos — a Samsung apresenta dados parecidos para o Galaxy Z Fold 3, o que é equivalente a cerca de cinco anos de uso, de acordo com a companhia sul-coreana.

A marca ainda destacou uma tecnologia de dobradiças que compensam a tensão em até 360 graus, e permitem a sua dobra para dentro ou para fora. De acordo com a TCL, é possível tornar o smartphone bem mais compacto quando dobrado, e ao mesmo tempo a alta produtividade é garantida nos momentos em que está aberto. A tela ainda tem uma caneta ativa integrada para usos que demandam um maior nível de precisão, como desenhos à mão, caligrafia e outras tarefas empresariais.

Tela foi exposta em evento realizado na China (Imagem: Divulgação/TCL)
Tela foi exposta em evento realizado na China (Imagem: Divulgação/TCL)

A Xiaomi já tem produtos lançados com telas da TCL, como os smartphones Mix 4 (que traz câmera escondida abaixo do display) e o Mi Mix Fold (que é dobrável) — como o trabalho conjunto entre as duas marcas deverá permanecer nos próximos anos, é provável que um futuro Mix Fold 2 já venha com essa nova tela.

Além disso, o presidente da TCL Li Dongsheng ainda afirmou que a marca trabalhará em quatro áreas principais: TV, TI, Mobile e display comercial, além de uma plataforma de aplicação de produtos em tamanho real. Portanto, dispositivos com dimensões maiores também farão parte dessa parceria.

A TCL também procurará aumentar a sua competitividade na indústria de telas, com novos investimentos superiores a 10 bilhões de dólares (cerca de R$ 55 bilhões em conversão direta) nos proximos cinco anos. De acordo com o CEO da marca Jin Xiangyi, a empresa procurará liderar o desenvolvimento tecnológico nessa área.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos