Mercado fechará em 5 h 37 min

Tatooine da vida real | Planeta descoberto pela NASA orbita duas estrelas

Patrícia Gnipper

Além de anunciar a descoberta de seu primeiro exoplaneta do tamanho da Terra que está na zona habitável de sua estrela, a NASA acaba de revelar, também, que o telescópio espacial TESS descobriu um "Tatooine da vida real" — o planeta TOI 1338b, que orbita duas estrelas, tal qual o mundo do universo Star Wars.

A descoberta partiu de Wolf Cukier, estudante que analisa os dados do TESS relacionados ao brilho de estrelas observadas pelo telescópio. Ele explica que, quando procurava nos dados tudo o que havia sido sinalizado como um sistema binário eclipsante (sistema em que duas estrelas circulam entre si), ele se deparou com o sinal do sistema TOI 1338. "No começo, pensei que fosse um eclipse estelar, mas o tempo estava errado. Acabou que era um planeta", diz.

O TOI 1338b é o primeiro planeta descoberto pelo TESS que orbita duas estrelas, no que se chama de planeta circumbinário. Esse sistema fica a 1.300 anos-luz de distância, e as duas estrelas orbitam entre si a cada 15 dias. Uma delas é 10% mais massiva do que o Sol, enquanto a outra é mais fria e mais escura, tendo apenas um terço da massa solar.

Por enquanto, o TOI 1338b é o único planeta conhecido nesse sistema, sendo cerca de 6,9 vezes maior do que a Terra — algo entre o tamanho de Netuno ou Saturno. Ele orbita quase que exatamente no mesmo plano de suas estrelas, então experimenta eclipses solares constantes.

Planetas que orbitam duas ou mais estrelas são muito mais difíceis de se detectar do que aqueles que orbitam apenas uma e, por isso, conhecemos poucos planetas do tipo. Um deles é o HD 131399Ab, que orbita três astros e foi descoberto em 2016.

O TESS consegue ver apenas os trânsitos do planeta ao redor da estrela maior; os trânsitos da estrela menor são muito fracos para serem detectados pelos instrumentos do momento. Com quatro câmeras, cada uma delas fotografando uma imagem a cada 30 minutos por 27 dias, o TESS analisa as alterações no brilho de estrelas ao longo do tempo, com essas variações indicando que, talvez, um objeto grande o suficiente para ser chamado de planeta esteja em sua órbita.

Depois de identificar a presença do TOI 1338b, a equipe contou com softwares especiais para confirmar que os trânsitos observados eram mesmo reais, e não resultado de outras interferências. E, então, veio a confirmação de que, sim, trata-se de um planeta de verdade.

O telescópio espacial Kepler, já aposentado pela NASA, descobriu 12 planetas em 10 sistemas com duas estrelas cada, todos semelhantes ao TOI 1338b. E agora, com o TESS, essa busca continua, com o sucessor do Kepler acabando de descobrir seu primeiro exoplaneta circumbinário. Espera-se que o TESS ainda observe centenas de milhares de binários eclipsantes durante sua missão inicial de dois anos — então muitos planetas similares a Tatooine ainda podem ser descobertos no futuro próximo!

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: