Mercado abrirá em 1 h 5 min
  • BOVESPA

    116.464,06
    -916,43 (-0,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.053,56
    -72,95 (-0,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    52,98
    +0,37 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.844,50
    -6,40 (-0,35%)
     
  • BTC-USD

    31.237,06
    -299,12 (-0,95%)
     
  • CMC Crypto 200

    626,65
    -13,27 (-2,07%)
     
  • S&P500

    3.849,62
    -5,74 (-0,15%)
     
  • DOW JONES

    30.937,04
    -22,96 (-0,07%)
     
  • FTSE

    6.632,38
    -21,63 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    29.297,53
    -93,73 (-0,32%)
     
  • NIKKEI

    28.635,21
    +89,03 (+0,31%)
     
  • NASDAQ

    13.536,50
    +51,00 (+0,38%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,5096
    -0,0012 (-0,02%)
     

Takeda e a Academia de Ciências de Nova York Anunciam os Vencedores do Prêmio 'Innovators in Science' de 2020

·7 minuto de leitura

− O prêmio de 2020 comemora as pesquisas de destaque em doenças raras –

Takeda Pharmaceutical Company Limited ("Takeda") (TSE:4502/NYSE:TAK) e a Academia de Ciências de Nova York anunciaram hoje os vencedores do terceiro prêmio anual 'Innovators in Science' por sua excelência e compromisso com a ciência inovadora que avançou significativamente no campo da pesquisa de doenças raras. Cada vencedor receberá um prêmio de US$ 200.000.

Este comunicado de imprensa inclui multimédia. Veja o comunicado completo aqui: https://www.businesswire.com/news/home/20200708005905/pt/

O vencedor do prêmio 'Senior Scientist' de 2020 é Adrian R. Krainer, Ph.D., professor da Fundação St. Giles no Cold Spring Harbor Laboratory. O Prof. Krainer é reconhecido por sua excelente pesquisa sobre mecanismos e controle do processamento (splicing) do RNA, um passo no processo normal pelo qual a informações genéticas no DNA são convertidas em proteínas. O Prof. Krainer estuda os defeitos do processamento em pacientes com atrofia muscular espinhal (AME), um distúrbio neuromuscular pediátrico herdado e devastador causado pela perda de neurônios motores, o que resulta em atrofia muscular progressiva e, eventualmente, morte. O trabalho do professor Krainer culminou notavelmente no desenvolvimento do primeiro medicamento a ser aprovado pelos órgãos reguladores globais, que pode atrasar e até impedir o aparecimento de um distúrbio neurodegenerativo herdado.

"Coletivamente, as doenças raras afetam milhões de famílias no mundo inteiro, que merecem e precisam urgentemente de nossa ajuda. Estou extremamente honrado em receber este reconhecimento pelas pesquisas que meu laboratório e nossos colaboradores realizaram para desenvolver o primeiro medicamento aprovado para a AME", disse o Prof. Krainer. "Como pesquisadores básicos, somos movidos pela curiosidade e experimentamos a emoção da descoberta; mas quando os frutos de nossa pesquisa podem realmente aprimorar a vida dos pacientes, todo o resto perde seu brilho em comparação."

O vencedor do prêmio 'Early-Career Scientist' de 2020 é Jeong Ho Lee, médico, Ph.D, professor associado do Instituto Avançado de Ciência e Tecnologia da Coreia (Korea Advanced Institute of Science and Technology ou KAIST). O professor Lee é reconhecido por sua pesquisa que investiga mutações genéticas em células-tronco no cérebro, que resultam em raros distúrbios cerebrais do desenvolvimento. Ele foi o primeiro a identificar as causas de epilepsias intratáveis e identificou os genes responsáveis por vários distúrbios cerebrais do desenvolvimento, incluindo displasias corticais focais, síndrome de Joubert - um distúrbio caracterizado por um subdesenvolvimento do tronco cerebral - e hemimegalencefalia, que é o aumento anormal de um lado do cérebro. O Prof. Lee também é Diretor do Centro Nacional de Iniciativa em Pesquisa Criativa para Mutações Somáticas Cerebrais e cofundador e diretor de tecnologia da SoVarGen, uma empresa biofarmacêutica que tem como objetivo descobrir novas terapias e diagnósticos para doenças intratáveis do sistema nervoso central (SNC) causadas por mutação somática de baixo nível.

"É uma grande honra ser reconhecido por um júri de cientistas respeitados a nível mundial, dos quais sou um grande admirador", disse o Prof. Lee. "Mais importante, este prêmio valida a pesquisa sobre mutações somáticas do cérebro como uma importante área de exploração para ajudar pacientes que sofrem de distúrbios neurológicos devastadores e intratáveis."

Os vencedores de 2020 serão homenageados na Cerimônia e Simpósio virtual do prêmio 'Innovators in Science' em outubro de 2020. Este evento irá oferecer uma oportunidade de interação com os principais pesquisadores, clínicos e partes interessadas importantes da indústria do mundo inteiro sobre as mais recentes descobertas no entendimento científico e no tratamento clínico de doenças raras genéticas, do sistema nervoso, metabólicas, autoimunes e cardiovasculares.

"Na Takeda, os pacientes são a nossa estrela guia e aqueles com doenças raras geralmente são mal atendidos quando se trata da descoberta e desenvolvimento de medicamentos transformadores", disse Andrew Plump, médico, Ph.D. e presidente de Pesquisa e Desenvolvimento na Takeda. "As percepções de pesquisas inovadoras de cientistas como o Prof. Krainer e o Prof. Lee podem levar a abordagens pioneiras e ao desenvolvimento de novos medicamentos com potencial para mudar a vida dos pacientes. É por isto que temos orgulho de nos unir à Academia de Ciências de Nova York para compartilhar e defender amplamente seu trabalho - e, com sorte, promover esta ciência promissora."

"Conectar a ciência ao mundo para ajudar a enfrentar alguns dos desafios mais prementes da sociedade é essencial à nossa missão", disse Nicholas Dirks, Ph.D., presidente e diretor executivo da Academia de Ciências de Nova York. "Neste terceiro ano do prêmio 'Innovators in Science', temos o privilégio de reconhecer dois líderes científicos que trabalham para liberar o poder do genoma a fim de trazer inovações que atendam às necessidades urgentes de pacientes do mundo todo, que são afetados por doenças raras."

Sobre o prêmio 'Innovators in Science'

O prêmio 'Innovators in Science' concede dois prêmios no valor de US$ 200.000 por ano: um para um cientista em início de carreira e o outro para um cientista sênior bem estabelecido, que se destacou pelo pensamento criativo e impacto de suas pesquisas. O prêmio 'Innovators in Science' é um concurso de inscrição limitado, no qual universidades de pesquisa, instituições acadêmicas, instituições governamentais ou sem fins lucrativos, ou equivalentes de todo o mundo, com um histórico bem estabelecido de excelência científica, são convidadas a nomear os mais promissores cientistas em início de carreira e os mais destacados cientistas de nível sênior, que trabalham em um dos quatro campos terapêuticos selecionados de neurociência, gastroenterologia, oncologia e medicina regenerativa. Os vencedores do prêmio são determinados por um júri, selecionado independentemente pela Academia de Ciências de Nova York, com experiência nestas disciplinas. A Academia de Ciências de Nova York administra o prêmio em parceria com a Takeda.

Para mais informações, acesse o site do prêmio 'Innovators in Science'.

Sobre a Takeda Pharmaceutical Company Limited

Takeda Pharmaceutical Company Limited (TSE:4502/NYSE:TAK) é uma importante empresa biofarmacêutica mundial, baseada em valores e orientada à Pesquisa e Desenvolvimento (P&D), com sua sede no Japão. O compromisso da Takeda é trazer uma Saúde Melhor e um Futuro Mais Brilhante aos pacientes, traduzindo ciência em medicamentos altamente inovadores. A Takeda concentra seus esforços de P&D em quatro áreas terapêuticas: Oncologia, Doenças Raras, Neurociências e Gastroenterologia (GI). Também faz investimentos de P&D específicos em terapias derivadas de plasma e vacinas. O objetivo da Takeda é desenvolver medicamentos altamente inovadores, que contribuam para fazer diferença na vida das pessoas, avançando na fronteira de novas opções de tratamento e aproveitando o nosso mecanismo colaborativo aprimorado de Pesquisa e Desenvolvimento e nossa capacidade para criar uma linha de produtos robusta e diversificada a diferentes modalidades. Os funcionários da Takeda assumem o compromisso de aprimorar a qualidade de vida dos pacientes e de trabalhar com as parcerias da empresa em cuidados de saúde em cerca de 80 países. Para mais informação, acesse https://www.takeda.com.

Sobre a Academia de Ciências de Nova York

A Academia de Ciências de Nova York é uma organização independente, sem fins lucrativos, que desde 1817 está comprometida com o avanço da ciência, tecnologia e sociedade no mundo inteiro. Com mais de 20.000 membros em 100 países, a Academia está criando uma comunidade mundial de ciências para benefício da humanidade. A principal missão da Academia é promover o conhecimento científico, impactar positivamente os principais desafios globais da sociedade com soluções baseadas na ciência e aumentar o número de indivíduos cientificamente informados na sociedade em geral. Visite-nos online em www.nyas.org.

O texto no idioma original deste anúncio é a versão oficial autorizada. As traduções são fornecidas apenas como uma facilidade e devem se referir ao texto no idioma original, que é a única versão do texto que tem efeito legal.

Ver a versão original em businesswire.com: https://www.businesswire.com/news/home/20200708005905/pt/

Contacts

Contato com a Mídia:
Academia de Ciências de Nova York
Roger Torda
rtorda@nyas.org

Takeda Pharmaceutical Company Limited
Kerry Bryant
kerry.bryant@takeda.com