Mercado fechará em 4 h 24 min

Taís Araújo para Ivete Sangalo: “Por que Margareth não é tão gigante como você?”

Taís Aráujo e Ivete Sangalo fizeram uma live para falar sobre o racismo no Brasil. A atriz falou sobre a falta de oportunidade para artistas negras no mercado e lembrou a disputa que se tornava entre as atrizes para conseguir um papel.

Baixe o app do Yahoo Mail em menos de 1 minuto e receba todos os seus e-mails em um só lugar

Siga o Yahoo Vida e Estilo no Google News

Siga o Yahoo Vida e Estilo no InstagramFacebook e Twitter e aproveite para se logar e deixar aqui abaixo o seu comentário.

"Era um corre desleal para ganhar aquele papel [como mulher negra]. A gente concorria entre a gente. É a mesma lógica da escravidão. A gente percebeu que somos mais poderosas se estivermos juntas. Estamos fazendo um movimento bonito. Tenho uma filha de 5 anos, preciso que esse Brasil mude, tenho filho de 8, preciso que tudo mude", desabafou Taís.

Leia também

Em outro momento, ela questionou Ivete: “É o que eu falo, por que que a Margareth [Menezes] não é tão gigante como você, Ivete?”. A cantora concordou e disse que sente a mesma coisa.

Ivete também abordou o machismo na live e lembrou uma conversa antiga. "Uma vez me perguntaram: 'Agora que você tem duas meninas, como vai educar com a questão do machismo?'. Eu disse 'Minha edução maior é para meu filho [Marcelo, 10]. Provavelmente não será ele que sofrerá, ele será o algoz, então precisa aprender a respeitar todos", disse.

Taís pediu que as pessoas passem a ouvir mais um ao outro. "Temos que ouvir um ao outro. ’Mimimi' é infantilizar a dor do outro. A população negra reclama seus direitos, a população LGBTQIA+ reclama seus direitos, os indígenas reclamam seus direitos, as mulheres reclamam seus direitos. Precisamos nos ouvir”, concluiu.