Mercado fechado

Tailândia brasileira: Ubatuba encanta com 102 praias e ilhas paradisíacas

Praia das Palmas em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Por Felipe Abílio (goabilio)

Imagine uma cidade com praias em variados tons de azuis e areia branquinha. Adicione uma imensa mata preservada e cachoeiras escondidas no meio dela. Isso poderia ser o cenário paradisíaco de filme do Leonardo DiCaprio, como ‘A Praia”, gravado na Tailândia, mas é a receptiva e praiana Ubatuba, no litoral de São Paulo. Pertinho da capital, cerca 226 km, a cidade está localizada entre Caraguatatuba e Paraty, e encanta com seus mais de 100 km de costa divididos em 102 praias.

Já conhece o Instagram do Yahoo Vida e Estilo? Siga a gente!

Ubatuba tem cerca de 85% de seus 50 mil hectares de Mata Atlântica preservada. Boa parte dessa natureza pode ser vista a olho nu e de pertinho. Muitas praias, mais ao norte da cidade, tem a Serra do Mar beijando a areia, completando a paisagem de um dos litorais mais bonitos do mundo.

Leia também

Capital do surfe, a cidade tem praias algumas praias como Itamambuca, Sununga e Vermelha do Norte destinadas à prática do esporte. Na região do Perequé-açu tem até uma escolinha municipal de surfe para crianças. Wiggolly Dantas é um dos surfistas mais famosos da atualidade e pegou suas primeiras ondas em Ubatuba.

Além disso, opções de passeios para fazer com amigos, família ou a dois não faltam. Há ainda trilhas por várias praias isoladas, caminhadas, passeios de barco e até helicóptero.

Com uma boa estrutura hoteleira e de atrações, preparamos um roteiro com as melhores praias e passeios para aproveitar bem a cidade.

Selfie garantida: paisagens paradisíacas 

Com um número de praias que impressiona, você pode fazer uma lista de todas as paisagens inesquecíveis que vai querer visitar. Aqui listamos aquelas praias com paisagens que, além de ficarem gravadas na memória, também rendem chuva de likes nas redes sociais.

Praia do Cedro

Praia do Cedro em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Com uma pequena faixa de areia amarelada, mar verdinho cercado pela vegetação, a praia do Cedro é uma daquelas belezas que precisa de um pequeno esforço para ser conquistada. Para chegar até lá é preciso pegar uma estrada estreita de terra de 1,5 km saindo da praia Vermelha do Centro. A continuação é a pé em uma trilha de nível médio de uns 12 minutos. O caminho é íngreme, porém, largo e não tão difícil. Ao por o pé na areia, feche os olhos e mentalize algo bom: você vai perceber que chegou em um pequeno paraíso. O local tem pouca estrutura - apenas um quiosque — é recomendável levar seu próprio lanche. A praia é de tombo e as ondas são de médias para fortes, cuidado ao se refrescar no mar.

Praia Vermelha do Norte

Praia Vermelha do Norte em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Local indicado e frequentado principalmente pelos surfistas, a praia tem uma extensa faixa de areia onde você pode ficar observando as manobras de vários deles em suas pranchas coloridas. O mar é bastante agitado, as ondas são fortes e, com correnteza, não é recomendado para quem não sabe nadar. Nos cantos, dependendo da maré, o mar é mais tranquilo e dá até para um mergulho cuidadoso. A praia tem estrutura com alguns quiosques, mesas, cadeiras e banheiros, só escolher o que te agradar mais, sentar e curtir o dia. Mais ao sul, uma pedreira bonita serve como cartão postal para muitas fotos, não esqueça de tirar a sua.

Praia do Português

Na ponta direita da praia do Felix, um acesso por uma trilha de intensidade moderada pelas pedras te leva para a famosa praia do Português. Com o formato de uma ferradura, a praia surpreende pela água azul e rochas compondo a paisagem linda. O local foi um dos mais procurados no verão de 2018, após uma foto viralizar nas redes sociais (cadê a foto?). Como o acesso é feito pela encosta das pedras, é recomendado observar a maré e o tamanho das ondas para seguir o caminho. Leve só o essencial e muito cuidado com objetos que não podem molhar. O trajeto não é recomendado para idosos. A praia é um pouco mais afastada do centro da cidade, cerca de 17 km.

Praia das Conchas

Praia das Conchas em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma trilha de dificuldade média na ponta esquerda da praia do Felix esconde um dos paraísos mais bonitos de Ubatuba. Depois de 15 minutos por um caminho estreito e aberto na encosta do morro, um paredão de 100 metros de pedra te recebe com piscinas naturais e águas azuis. O nome da praia se dá pelas milhares de conchinhas espalhadas nos 10 metros de faixa de areia. Apesar de algumas pedras, dá para dar um mergulho no mar convidativo. 

Para curtir com a galera: acessíveis pela estrada

Praia do Felix

Praia do Felix em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma das praias mais bonitas da cidade, o Felix agrada o visitante com o pacote completo nos seus 1,5 km de faixa de areia. No canto direito, o mar é mais calmo, sem ondas fortes e ideal para famílias com crianças e pessoas idosas. Ali também tem um rio de água doce que vira uma piscina natural. A partir do meio da praia, as ondas ficam mais fortes com características de praia de tombo. Neste lado, o público que frequenta geralmente é formado por grupos de amigos e famílias só com adultos. Na ponta esquerda, é point onde os surfistas batem cartão para pegar os tubos quase perfeitos. Beirando o morro está a trilha que dá acesso a praia das Conchas.

Praia Vermelha do Centro

Praia Vermelha do Centro em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

O mar é um pouco agitado e requer cautela na hora de se banhar, mas a água azul faz você não pensar duas vezes na hora de dar um mergulho. Frequentada mais por jovens e surfistas, a praia tem uma faixa de areia média, geralmente é mais vazia do que as outras na alta temporada. Os carros ficam próximos à praia, facilitando a vida de quem quer levar cooler e lanchinhos. É importante, já que a praia conta com apenas um quiosque. Ótima para passar o dia descansando com os amigos.  

Praia de Itamambuca

Praia de Itamambuca em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Uma das praias mais procuradas de Ubatuba, ela é grande, tem 2 km de extensão. Achar um pedacinho de areia para o seu lugar ao sol não será tarefa difícil. O mar tem ondas fortes e em alguns pontos é mais esburacada. Converse com o salva-vidas para pedir orientação antes de se banhar. No canto direito, acontece o encontro do Rio Itamambuca com o mar, formando uma piscina natural gigante, ideal para a prática de standup paddle e para as crianças. A praia tem uma boa infraestrutura com quiosques, banheiros, mesas, guarda-sóis e está localizada a 14 km do centro de Ubatuba.

Praia do Perequê-Açu

Uma das mais populares de Ubatuba, a praia é famosa pela boa infraestrutura com dezenas de quiosques e por abrigar um terminal rodoviário turístico. Praia de água verde escuro e areia grossa, o mar por ali é calmo e ideal para praticar standup paddle, caiaque e outros esportes. Localizada na região central de Ubatuba, apenas 1 km, a praia é bastante procurada por famílias com crianças pequenas. No canto esquerdo, o rio Indaiá separa o Perequê-Açu da Barra Seca, uma prainha sem ondas, com pescadores e uma fazenda de mariscos. O nascer do sol ali é maravilhoso.

Paraísos no Mar (acessíveis de barco)

Ilha das Couves, o paraíso em Ubatuba (Foto: Divulgação/Lets go Ubatuba)

Além das suas 102 praias, Ubatuba tem uma dezena de ilhas e ilhotas espalhadas pelo seu litoral. A foto de uma delas, conhecida como Ilha das Couves, viralizou no último verão causando tumulto com 6 mil turistas em um único dia. 

Outra bastante procurada é a Ilha Anchieta, que nos anos 1950 abrigou um presídio com presos de alta periculosidade. Os passeios de lancha custam a partir de R$ 150, dependendo do roteiro, alguns com comidas e bebidas inclusos. Eles também oferecem atrações como circuitos de stand up paddle, trilhas pelas praias e até aulas de surfe. 

Separamos uma lista das ilhas de Ubatuba e suas praias, mas aproveite a natureza sempre com consciência para não comprometer a biodiversidade da região.

Ilha das Couves

Próxima do núcleo Picinguaba, a Ilha das Couves tem uma daquelas paisagens paradisíacas de filme. A floresta verde completa o visual com areias claras e mar verdinho. Ótimo para observar peixes de várias espécies e passar um dia no paraíso. Por conta da fama repentina nas redes sociais, o local tem sofrido com a superlotação de turistas sem controle, o que afeta a biodiversidade do local e a experiência na alta temporada e em feriados. Evite esses dias. Fora de temporada, é possível sentir a sensação de ter uma ilha só para você. O acesso é por barco a partir da praia de Picinguaba e custa em média R$ 40. Se a ideia é conhecer toda a região verde de Ubatuba, com outras praias e ilhas próximas, a equipe do Let’s Go Ubatuba tem um roteiro focado nisso.

Praia do Presídio

Praia do Presídio em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Bem em frente as ruínas, a praia do Presídio tem areia amarelada e água em tom azul esverdeado, o mar é pouco fundo, mas sem nenhuma onda. Perto do píer é possível avistar inúmeros cardumes de peixes. Ali também tem estrutura com banheiros, bancos para lanches e até playground. A Ilha Anchieta não tem estrutura de vendas de comida e bebidas, então, leve seu lanche.

Praia das Palmas

Uma pequena trilha pela mata preservada, a partir da praia do Presídio, te leva ao paraíso conhecido como praia das Palmas. O contraste entre o azul brilhante do mar, a areia branca e o verde da mata atlântica impressiona. Com uma grande faixa de areia e praticamente deserta, macaquinhos Saguis sempre dão as caras, curiosos com as comidas que os humanos estão carregando. No lado direito, perto das pedras, os guiam indicam fazer mergulho de snorkel para ver a diversidade marinha que existe ali.

Para do Leste

Praia do Leste em Ubatuba (Foto: Arquivo Pessoal)

Pequenininha e absolutamente espetacular. Ainda dentro do Parque da Ilha Anchieta, a praia do Leste é totalmente diferente da vizinha Palmas. Com areia amarela e água em vários tons de verde, ela é cercada por uma vegetação fechada com um lago ao fundo. Se você gosta de explorar a natureza, proteja os pés, e suba as pedras nas costas da praia em direção a floresta, ali você vai encontrar um pequeno riacho e registrar fotos que parecem quadros. Cuidado com cobras e outros animais.

Onde se hospedar

Bom-custo benefício

Green Haven Hostel

Classificado como melhor hostel do Brasil e da América Latina pelo Hostelworld em 2015, o Green Haven é indicado para quem quer conhecer gente, fazer amizades e curtir uma boa festa. São 72 camas com opções diferenciadas de acomodação como quartos compartilhados, privativos, bangalôs para até cinco pessoas e quartos compartilhados só para mulheres. Eles ainda têm sala de TV e de jogos, bar 24 horas, área para churrasco, ofurô e sauna. O tratamento do staff é um diferencial, eles confiam ao hóspede a tarefa de anotar o que consumir no bar. Nas sextas, o pessoal geralmente prepara um churrasco para a interação dos hóspedes. Também acontecem festas clássicas, como o Halloween em outubro e Revéillon, em dezembro. O hostel está localizado na praia do Pereque-Açú e os as diárias são a partir de R$ 60.

Su Casa Suítes

O Su Casa Suítes te dá a liberdade de estar hospedado como se estivesse na sua própria casa. Com opções de suítes para casal, a hospedagem está localizada na praia do Itaguá, point da noite de Ubatuba. Por ali você tem acesso a restaurantes, shopping, bares, quiosques, baladas, tudo a menos de 50 metros do Su Casa. A estrutura conta com cozinha totalmente equipada, cestas individuais para compras e lounge no terraço com sofás e redes para descanso. Os quartos foram batizados com nomes de minerais brasileiros e cada um deles tem a pedra que o representa na porta trazendo uma onda energética diferente. Eles são suítes, equipados com smart TV, ar-condicionado e wi-fi. Os quartos são a partir de R$ 100 o casal.

Hotel com piscina com piscina

Villa di Capri

Localizado ao sul de Ubatuba, na praia da Enseada, o Hotel Villa di Capri oferece conforto e tranquilidade para os hóspedes. A estrutura conta com sala de jogos, piscina, sauna, churrasqueira e restaurante. Os quartos são equipados com frigobar, TV e ar-condicionado. O hotel está a cerca de 11 km do centro de Ubatuba na praia da Enseada, e as diárias começam a partir de R$ 458.

Luxo e ecoturismo

Bananal Ecolodge

Localizada numa área pouco conhecida pelos turistas, o Sertão do Ubatumirim, a pousada está escondida no meio da mata e tem a proposta de fazer com que o visitante entenda a importância de proteger nossa fauna e flora. Com uma arquitetura pensada para se integrar à natureza, eles adotaram técnicas de construção em bambu com bioestruturas suspensas em alguns pontos. O local é equipado com piscina natural de três níveis, SPA, sala para atividades corporais para 30 pessoas, sauna e banheira de hidromassagem com vista para a natureza. Eles também têm restaurante próprio com receitas saudáveis que valorizam a cultura local, assinadas pela chef Camila Taquari. A Bananal está localizada a 2 km da praia do Estaleiro, e 33,7 km do centro. Preços a partir de R$ 450 a diária (na baixa temporada).

Como chegar

O acesso a Ubatuba pode ser feito de duas maneiras: a partir de Taubaté pela Rodovia Oswaldo Cruz (SP-125), ou a partir de Caraguatatuba e Paraty pela Rodovia Rio-Santos (BR-101).

A costa de 100 km de Ubatuba é dividida em três partes: Praias do Centro, Litoral Norte e Litoral Sul. Toda a cidade é cortada pela Rodovia Rio-Santos (BR-101), facilitando o acesso para a quase todas as praias. No lado sul, é onde boa parte da população de Ubatuba vive em bairros e vilas próximas as praias. Já o lado norte preserva bastante de sua natureza em praias quase intocadas.

A maior parte das praias também são acessíveis de transporte público, um pouco demorado, mas funciona. Em algumas praias você fica na beira da estrada e tem que seguir a pé até o mar. Para otimizar tempo e ter uma boa experiência, é aconselhável conhecer a cidade de carro.

Ubatuba liberou a licença para Uber recentemente, mas o serviço não tem muitos carros na região, sendo pouco eficiente na alta temporada por conta dos preços e tempo de espera.

Na alta temporada, de dezembro a fevereiro, a população da cidade triplica por conta dos turistas. É importante ter atenção com a balneabilidade das praias que pretende visitar. São 102 praias e algumas delas ficam impróprias nesta época do ano.

Os meses de baixa temporada, entre março e junho, agosto e outubro, são os melhores meses para conhecer a cidade em sua forma mais paradisíaca. As praias ficam mais vazias e limpas.