Mercado fechado
  • BOVESPA

    125.052,78
    -1.094,22 (-0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.268,45
    +27,95 (+0,06%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,79
    -0,28 (-0,39%)
     
  • OURO

    1.806,80
    +5,00 (+0,28%)
     
  • BTC-USD

    38.312,69
    +4.194,42 (+12,29%)
     
  • CMC Crypto 200

    914,30
    +120,57 (+15,19%)
     
  • S&P500

    4.411,79
    +44,31 (+1,01%)
     
  • DOW JONES

    35.061,55
    +238,15 (+0,68%)
     
  • FTSE

    7.027,58
    +59,28 (+0,85%)
     
  • HANG SENG

    26.722,14
    -599,84 (-2,20%)
     
  • NIKKEI

    27.915,42
    +367,42 (+1,33%)
     
  • NASDAQ

    15.088,00
    -10,00 (-0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1222
    +0,0006 (+0,01%)
     

Tailândia decide aplicar reforço com AstraZeneca para vacinados com CoronaVac

·2 minuto de leitura

Na Tailândia, profissionais de saúde estão recebendo doses de reforço da vacina contra a COVID-19, em um período de aumento de casos e mortes no país. Essas pessoas estão recebendo uma nova dose do imunizante da AstraZeneca, ainda que tenham tomado as duas doses da CoronaVac.

Na última semana, um estudo conduzido pelo Centro de Ciências de Saúde de Doenças Infecciosas Emergentes da Cruz Vermelha da Tailândia mostrou que a CoronaVac era menos eficaz contra a variante Delta. Além disso, a pesquisa descobriu que uma dose de reforço da AstraZeneca potencializa a sua eficácia, ficando atrás somente da aplicação de duas doses da AstraZeneca. Quem recebeu apenas uma dose da CoronaVac poderá tomar a AstraZeneca como segunda dose.

<em>Imagem: Reprodução/Seventyfourimages/Envato Elements</em>
Imagem: Reprodução/Seventyfourimages/Envato Elements

Na segunda-feira (12), o Comitê Nacional de Doenças Transmissíveis concordou com a dose de reforço, logo depois de uma enfermeira vacinada com as duas doses da CoronaVac morrer após ser infectada com o coronavírus. Além dela, outro profissional de saúde está internado correndo risco de morte. Dados do Ministério da Saúde do país revelam ainda que 618 dos 677.348 profissionais de saúde vacinados completamente com a CoronaVac testaram positivo para o SARS-CoV-2.

Também na última segunda-feira, o país registrou 8.656 novos casos e 80 mortes, totalizando 345.027 casos e 2.791 mortes. O aumento no número de infectados vem provocando a redução na quantidade de leitos disponíveis em hospitais para pacientes com COVID-19.

Até o momento, a Tailândia administrou mais de 12,57 milhões de doses de vacinas contra a COVID-19, sendo 9,3 milhões correspondentes à primeira dose, ou mais de 13% da população. A meta do governo do país é que 100 milhões de doses sejam aplicadas até o fim do ano em 50 milhões de pessoas.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos