Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.363,10
    -56,43 (-0,05%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.714,60
    -491,99 (-0,94%)
     
  • PETROLEO CRU

    81,34
    -1,32 (-1,60%)
     
  • OURO

    1.796,20
    -2,60 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    58.754,05
    -2.085,61 (-3,43%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.407,65
    -66,68 (-4,52%)
     
  • S&P500

    4.551,68
    -23,11 (-0,51%)
     
  • DOW JONES

    35.490,69
    -266,19 (-0,74%)
     
  • FTSE

    7.253,27
    -24,35 (-0,33%)
     
  • HANG SENG

    25.628,74
    0,00 (0,00%)
     
  • NIKKEI

    28.789,03
    -309,21 (-1,06%)
     
  • NASDAQ

    15.611,50
    +24,25 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,4191
    -0,0056 (-0,09%)
     

Taça das Favelas Free Fire retorna em 2021

·2 minuto de leitura

A Taça das Favelas Free Fire anunciou uma nova edição nesta terça-feira (28), marcando o retorno do campeonato de eSports criado pela Favela Esporte em parceria com a CUFA (Central Única das Favelas).

Em comunicado enviado à imprensa, a organização do campeonato informa que espera um volume de inscrição de mais de 200 mil jogadores com 1.296 seleções de favelas de todos os estados do Brasil. O projeto agora também conta com o Itaú como patrocinador oficial, viabilizando diversas ações para promover o torneio e oferecer suporte aos times envolvidos, incluindo distribuição de chips de conexão de internet para todas as equipes que avançarem para as etapas estaduais.

O campeonato também incluirá uma série de conteúdos sobre educação financeira e empreendedorismo no mundo dos games através de um bot de WhatsApp.

A parceria é uma criação em conjunto entre CUFA, LOUD, Itaú e Druid. As inscrições estão abertas no site oficial do evento e as favelas interessadas em participar poderão manifestar interesse através de um formulário até o dia 28 setembro, que posteriormente serão selecionadas pela CUFA para habilitar a inscrição dos jogadores que querem participar.

A competição seguirá um formato estadual, em que as favelas vencedoras avançam para a etapa nacional. Já as inscrições de jogadores poderão ser feitas a partir do dia 29 de setembro e se encerram no dia 13 de outubro.

Outra novidade é que os segundos colocados de cada região terão uma chance de avançar para uma fase de repescagem, até formarem 36 times que seguem para a etapa nacional. A final do campeonato está programada para acontecer em 4 de dezembro e a premiação total desse ano será acima de R$ 100 mil, além de um bootcamp com a LOUD para o time vencedor.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos