Mercado abrirá em 3 h 18 min
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,77
    -0,27 (-0,38%)
     
  • OURO

    1.793,20
    +18,40 (+1,04%)
     
  • BTC-USD

    37.611,20
    -1.718,90 (-4,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    932,96
    -36,91 (-3,81%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.117,31
    -36,12 (-0,50%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.194,00
    +28,50 (+0,20%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    +0,0129 (+0,22%)
     

AT&T volta a focar no 5G após anunciar venda da WarnerMedia para o Discovery

·2 minuto de leitura
AT&T volta a focar no 5G após anunciar venda da WarnerMedia para o Discovery
AT&T volta a focar no 5G após anunciar venda da WarnerMedia para o Discovery

A venda de seus ativos da WarnerMedia para o Discovery — em uma fusão que culminará na criação de uma nova streaming de conteúdos — vai fazer bem para a AT&T. Isso porque a gigante de telecomunicações deverá eliminar uma grande “dor de cabeça”, o que permitirá a retomada de investimentos na tecnologia 5G.

Em 2019, a americana AT&T venceu a disputa com o Departamento de Justiça dos Estados Unidos para concluir a compra da Time Warner por US$ 85 bilhões. A ideia era criar uma gigante que dominasse os conteúdos e canais de entretenimento. Não vingou, especialmente com a forte concorrência no setor de gigantes como Netflix, Amazon Prime Video e, mais recentemente, Disney+.

O erro desastroso fez com que a companhia mergulhasse em dívidas em um momento em que deveria injetar capital em seu serviço de streaming HBO Max e acompanhar o desenvolvimento de serviços 5G de suas concorrentes T-Mobile e Verizon Wireless.

Para piorar, a recente aquisição da Sprint pela T-Mobile fez a rival ultrapassar a AT&T e assumir o posto de segunda maior empresa de serviços wireless nos Estados Unidos — atrás apenas da Verizon.

A boa notícia é que a venda da WarnerMedia ao Discovery, que renderá cerca de US$ 43 bilhões à gigante de telecomunicações, alterou a postura e o foco da AT&T. O objetivo agora parece estar bem definido: concentrar-se em wireless e banda larga novamente.

Ilustração de conectividade wireless
Gigante de telecomunicações vai retomar o foco em serviços wireless. Foto: Vasin Lee/Shutterstock

Leia mais:

Foco nos serviços de internet

Na última segunda-feira (17), mesmo dia em que foi anunciada a venda da WarnerMedia ao Discovery, John Stankey, CEO da AT&T, afirmou em uma teleconferência com investidores que planeja “continuar o impulso em nosso negócio de mobilidade, aumentando nosso investimento em nossa rede sem fio”.

A companhia pretende dobrar a cobertura de rede com o espectro de banda média recém-adquirido no leilão da banda C: ao invés de 100 milhões de pontos de presença, a AT&T cobrirá 200 milhões desses pontos de conexão até o fim de 2023.

Além disso, a manutenção dos investimentos em suas implantações de banda larga fixa deverá fazer com que a companhia atinja 30 milhões de localizações até o fim de 2025.

“A AT&T terá flexibilidade para investir e atender à crescente demanda de longo prazo por conectividade e ser o provedor líder e mais bem capitalizado de conectividade de banda larga do país por meio de 5G e fibra”, afirmou o executivo.

Apesar dos erros do passado, a retomada do foco em investimentos de serviços wireless torna-se importante, ainda mais com a disputa das empresas do setor para implantar a tecnologia 5G para uma faixa mais ampla de americanos. Mas só o tempo será capaz de provar se a medida foi ou não tardia.

Fonte: CNET

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos