Mercado fechará em 2 h 44 min
  • BOVESPA

    103.574,52
    +2.799,95 (+2,78%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.497,11
    +489,95 (+0,98%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,26
    +0,69 (+1,05%)
     
  • OURO

    1.766,40
    -17,90 (-1,00%)
     
  • BTC-USD

    56.382,43
    -2.624,40 (-4,45%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.440,77
    +1,89 (+0,13%)
     
  • S&P500

    4.565,97
    +52,93 (+1,17%)
     
  • DOW JONES

    34.557,52
    +535,48 (+1,57%)
     
  • FTSE

    7.141,41
    -27,27 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    23.788,93
    +130,01 (+0,55%)
     
  • NIKKEI

    27.753,37
    -182,25 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    15.880,50
    +10,75 (+0,07%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3696
    -0,0772 (-1,20%)
     

Títulos domésticos de incorporadoras da China enviam alerta

·2 min de leitura

(Bloomberg) -- As vendas de títulos em dólar do setor imobiliário da China se intensificaram na quinta-feira em meio a sinais de problemas no mercado doméstico do país, muito maior do que o offshore.

Most Read from Bloomberg

A Kaisa Group liderou a queda dos títulos offshore da China, depois que um produto financeiro garantido pela incorporada não efetuou um pagamento. O título em dólar com cupom de 4,75% e vencimento em 2022 da Shimao Group esteve perto da maior baixa já registrada. A dívida de alto rendimento em dólar da China caiu pela décima sessão em 11 dias, com os rendimentos acima de 21%. A negociação com dois títulos em yuan foi suspensa após caírem mais de 20%.

Incorporadoras imobiliárias da China estão em um círculo vicioso, pois os juros crescentes tornam o refinanciamento dos próximos vencimentos muito caro, o que leva a mais perdas dos títulos com a precificação por operadores de possíveis reduções de preço. O mercado imobiliário em desaceleração e regras rigorosas para alavancagem aumentam os desafios. Enquanto isso, agências de classificação de risco têm rebaixado empresas do setor no ritmo mais rápido já registrado.

“Os rebaixamentos em massa de rating e a falta de flexibilização significativa das restrições ao setor imobiliário desencadearam a queda dos títulos domésticos”, disse Zhijun Zhang, presidente da Beijing Dingnuo Investment Management. “Há maior preocupação com o número crescente de incorporadoras privadas, especialmente depois da drástica desaceleração das vendas.”

Os preços de imóveis residenciais caíram pela primeira vez em mais de seis anos em setembro, enquanto a taxa de terrenos não vendidos subiu para o maior nível desde pelo menos 2018.

Até agora, a turbulência tem se limitado em grande parte aos títulos offshore da China. Qualquer evidência de que o contágio está se espalhando para o mercado de crédito doméstico de US$ 12 trilhões pode levar autoridades chinesas a tomarem medidas para evitar uma possível crise de caixa. O banco central, que no fim de outubro injetou quase 1 trilhão de yuans (US$ 156 bilhões) no sistema bancário, está drenando liquidez esta semana.

“O setor imobiliário claramente não está fora de perigo, e a confiança no mercado onshore pode se tornar tão frágil quanto no offshore”, com mais de 300 bilhões de yuans em títulos do segmento imobiliário vencendo até o primeiro trimestre de 2022, de acordo com Wei Liang Chang, estrategista macro do DBS Bank.

A confiança no setor imobiliário - que, segundo algumas estimativas, responde por quase 25% do produto interno bruto da China - foi abalada pela crise de caixa da China Evergrande. Emissores chineses não realizaram pagamentos relacionados a mais de US$ 9 bilhões em títulos offshore este ano, e incorporadoras responderam por um terço do total.

Os planos do governo de expandir programas piloto de impostos sobre propriedades para cidades além de Xangai e Chongqing também preocupam investidores. Autoridades ainda não deram detalhes sobre onde o imposto será cobrado ou valor.

Most Read from Bloomberg Businessweek

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos