Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.853,09
    +2.474,17 (+2,30%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    42.818,07
    +550,87 (+1,30%)
     
  • PETROLEO CRU

    44,92
    +1,86 (+4,32%)
     
  • OURO

    1.804,10
    -33,70 (-1,83%)
     
  • BTC-USD

    18.975,07
    +523,11 (+2,83%)
     
  • CMC Crypto 200

    377,33
    +7,58 (+2,05%)
     
  • S&P500

    3.635,17
    +57,58 (+1,61%)
     
  • DOW JONES

    30.044,01
    +452,74 (+1,53%)
     
  • FTSE

    6.432,17
    +98,33 (+1,55%)
     
  • HANG SENG

    26.588,20
    +102,00 (+0,39%)
     
  • NIKKEI

    26.165,59
    +638,22 (+2,50%)
     
  • NASDAQ

    12.072,50
    +167,25 (+1,40%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3913
    -0,0490 (-0,76%)
     

Swiss Re tem lucro líquido de US$ 444 milhões no terceiro trimestre

Sérgio Tauhata
·1 minuto de leitura

A Swiss Re registrou lucro líquido de US$ 444 milhões no terceiro trimestre. Apesar do resultado, em nove meses de 2020 o grupo suíço de seguros e resseguros acumula um prejuízo de US$ 691 milhões. Segundo a companhia, se forem excluídos o impacto de sinistros relacionados à covid-19 e as provisões de US$ 3 bilhões, o grupo estaria no azul, com lucro líquido de US$ 1,6 bilhão no ano até setembro. Em 2019 no mesmo intervalo, a empresa registrou lucro líquido de US$ 1,343 bilhão. Os prêmios líquidos ganhos em nove meses atingiram US$ 30,164 bilhões, com alta de 6% frente ao mesmo período de 2019. A Swiss Re informou manter uma posição de capital, que a empresa classificou de “muito forte”, com a taxa de teste de solvência (SST) de 223% em primeiro de julho. O resseguro de ramos elementares acumula um prejuízo de US$ 201 milhões em nove meses. Conforme a Swiss Re, se for excluído o impacto da covid-19, a área apresentaria um lucro líquido de US$ 1 bilhão. Já as áreas de resseguro de vida e saúde apresentaram lucro líquido de US$ 72 milhões até setembro. Sem o impacto da pandemia, o resultado subiria para um ganho de US$ 620 milhões. O braço de seguros do grupo, o Corporate Solutions, registrou prejuízo de US$ 323 milhões nos três trimestres de 2020. O resultado seria um lucro líquido de US$ 211 milhões, sem os efeitos da covid-19. A conclusão da venda da ReAssure para o Phoenix Group Holdings resultou ainda em um dividendo de US$ 1,5 bilhão ao grupo suíço.