Mercado abrirá em 1 h 55 min
  • BOVESPA

    110.235,76
    +1.584,71 (+1,46%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    47.808,21
    +566,41 (+1,20%)
     
  • PETROLEO CRU

    92,69
    +0,76 (+0,83%)
     
  • OURO

    1.805,90
    -7,80 (-0,43%)
     
  • BTC-USD

    24.483,73
    +1.414,65 (+6,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    576,30
    +45,08 (+8,49%)
     
  • S&P500

    4.210,24
    +87,77 (+2,13%)
     
  • DOW JONES

    33.309,51
    +535,11 (+1,63%)
     
  • FTSE

    7.485,75
    -21,36 (-0,28%)
     
  • HANG SENG

    20.082,43
    +471,59 (+2,40%)
     
  • NIKKEI

    27.819,33
    -180,63 (-0,65%)
     
  • NASDAQ

    13.413,00
    +21,00 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2625
    +0,0161 (+0,31%)
     

Suzuki Gran Vitara é remodelado e ganha versões híbridas

A Suzuki apresentou ao mercado duas novas versões do Gran Vitara, renascido com um novo design e novas motorizações. Seguindo os princípios das principais montadoras de carros do mundo, a marca japonesa também resolveu apostar na eletrificação de seu consagrado SUV.

O Gran Vitara 2023 chegará às ruas em duas variantes distintas, mas ambas eletrificadas: a primeira, híbrida leve, tem sob o capô o motor 1.5 K15C, que trabalha lado a lado com um sistema elétrico de 48 volts. O segundo trem de força é composto pelo motor 1.5 a gasolina, de 92 cavalos, que faz par com um elétrico de 80 cavalos.

Suzuki Gran Vitara foi lançado no mercado da Índia em duas versões híbridas (Imagem: Divulgação/Suzuki)
Suzuki Gran Vitara foi lançado no mercado da Índia em duas versões híbridas (Imagem: Divulgação/Suzuki)

Tanto na versão híbrida leve quanto na completa o conjunto mecânico tem a companhia de um câmbio automático tipo CVT. A autonomia do Suzuki Gran Vitara quando apenas a opção de motorização elétrica está trabalhando é de 25 quilômetros por carga. Segundo o site oficial da montadora, no entanto, o sistema híbrido dará tranquilidade ao motorista para rodar sem preocupações.

“A bateria carrega durante o cruzeiro e a frenagem regenerativa, o que oferece uma autonomia estendida em comparação com um veículo elétrico tradicional, que precisa ser carregado em intervalos regulares”.

Design e desempenho mais invocados

Além da maior eficiência energética, as novas versões do Suzuki Gran Vitara também entregarão aos motoristas que se sentarem ao volante uma tocada mais silenciosa e “invocada”. A marca informou que a entrega de potência combinada, que chegará a 116 cavalos e 14,8 kgfm de torque, dará aos condutores “uma aceleração suave e rápida”.

Em termos de design, a nova geração do SUV japonês tem como destaque a renovada identidade estética da marca, com os faróis divididos em dois andares, grade ampla e conectada aos LEDs diurnos e capô alongado.

Suzuki Gran Vitara no Brasil

Se você se empolgou e não espera a hora de ver as novas versões do Suzuki Gran Vitara desembarcarem no Brasil, é melhor frear as expectativas e regenerar seus planos, com o perdão do trocadilho. A princípio, o novo Gran Vitara tem como foco principal o mercado da Índia, local em que foi apresentado nesta semana.

O mercado brasileiro, que recentemente deixou de contar com o S-Cross e o Vitara, deve receber novidades por aqui em 2023, mas os indícios apontam que o fabricante japonês deve investir na nova geração do S-Cross, que já deu as caras na Europa, e não nas variantes híbridas do Gran Vitara.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos