Mercado fechado
  • BOVESPA

    111.910,10
    -701,55 (-0,62%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.661,86
    +195,84 (+0,39%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,29
    +0,68 (+0,79%)
     
  • OURO

    1.792,30
    -2,70 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    37.707,25
    +636,23 (+1,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    863,83
    +21,37 (+2,54%)
     
  • S&P500

    4.431,85
    +105,34 (+2,43%)
     
  • DOW JONES

    34.725,47
    +564,69 (+1,65%)
     
  • FTSE

    7.466,07
    -88,24 (-1,17%)
     
  • HANG SENG

    23.550,08
    -256,92 (-1,08%)
     
  • NIKKEI

    26.717,34
    +547,04 (+2,09%)
     
  • NASDAQ

    14.430,25
    +443,50 (+3,17%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9813
    -0,0427 (-0,71%)
     

SUVs foram os carros mais vendidos do Brasil em 2021

·2 min de leitura

A Fenabrave (Federação Nacional Distribuição Veículos Automotores) divulgou seu documento final sobre as vendas de automóveis em 2021 e, para a surpresa de ninguém, os SUVs fecharam o ano passado como os veículos mais vendidos, superando hatches compactos e sedãs pela primeira vez na história.

Os números são interessantes e mostram que o interesse do brasileiro por carros de maior valor agregado, mais espaço e melhor nível de equipamentos deve ditar o ritmo nos próximos anos, o que deve fazer com que as montadoras trabalhem ainda mais pesado para criarem novas alternativas.

No acumulado de 2021, os SUVs tiveram participação de 42,9% no mercado, quase o dobro do que a Fenabrave classifica como hatch pequeno — casos de Argo, Onix e Polo, que somaram 21,94%. Os veículos de entrada, como Volkswagen Gol, Fiat Mobi e Renault Kwid, foram 13,39% das vendas. Somando hatches e "populares", a participação fica em 35,33%.

O Jeep Renegade Longitude é uma das versões mais procuradas do SUV (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
O Jeep Renegade Longitude é uma das versões mais procuradas do SUV (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

Para efeito de comparação, em 2020 a participação dos SUVs já tinha sido muito boa, com 32,7% dos emplacamentos. Mas esse acréscimo no ano passado é reflexo de uma maior gama de produtos e a consolidação de modelos novos, casos de Fiat Pulse, Volkswagen Nivus e Hyundai Creta de nova geração.

Jeep Renegade na liderança

Entre os modelos, destaque total para o Jeep Renegade, que em mais um ano terminou como o SUV mais vendido do Brasil. Foram 73.913 emplacamentos, um pouco a mais do que o segundo colocado, seu irmão maior, o Jeep Compass, que impulsionado pelas modificações em toda a linha, vendeu 70.906 unidades.

O <a class="link rapid-noclick-resp" href="https://canaltech.com.br/empresa/volkswagen/" rel="nofollow noopener" target="_blank" data-ylk="slk:Volkswagen">Volkswagen</a> Nivus teve um ótimo ano de vendas e é uma das melhores opções no mercado de SUVs (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)
O Volkswagen Nivus teve um ótimo ano de vendas e é uma das melhores opções no mercado de SUVs (Imagem: Felipe Ribeiro/Canaltech)

O top 5 é completado pelo Hyundai Creta (64.759), que ganhou nova geração bem mais equipada e com novo motor 1.0 turbo, Volkswagen T-Cross (62.307) e Chevrolet Tracker (50.757). Se considerarmos apenas os modelos compactos, a Volkswagen se deu muito bem, já que T-Cross e Nivus, somados, venderam 98.971 veículos.

Já nos modelos médios, o Compass, como citamos, venceu com larga vantagem para o segundo colocado, o Toyota Corolla Cross, que em seu primeiro ano de mercado emplacou ótimos 34.259 unidades. O Volkswagen Taos, também lançado em 2021, vendeu somente 7.732.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos