Mercado abrirá em 3 h 44 min

Surto de coronavírus pode encarecer seu presente de Dia das Mães

Felipe Junqueira

O surto causado pelo novo coronavírus segue causando preocupação para além da questão da saúde. Na economia, já há muitas notícias sobre desabastecimento, fechamento de fábricas e redução em estoques. O Brasil ainda tem apenas dois casos de COVD-2019 confirmados, mas já existe uma expectativa de problemas no abastecimento de eletroeletrônicos, que pode encarecer produtos e encarecer o presente de Dia das Mães.

Entidades empresariais preveem dificuldades de manter estoque, o que pode afetar principalmente a data celebrada no segundo domingo de maio. Fábricas na Zona Franca de Manaus (ZFM) já estudam dar férias coletivas e reduzir jornada de trabalho para não pararem totalmente devido à falta de componentes que vêm da China.

“Os estoques estão reduzindo. E o risco de uma parada nas linhas não é pequeno e aumenta a cada semana. Não tivemos a confirmação de novos embarques vindos da China”, alertou Wilson Périco, presidente do Centro das Indústrias do Estado do Amazonas (Cieam).

Surto da COVID-19 preocupa pela questão da saúde e deve afetar bastante a economia mundial este ano (Foto: Reprodução)

Por ora, o risco de desabastecimento ainda não é tão grande porque há embarcações que deixaram o país asiático antes do Ano Novo Chinês e que ainda não chegaram ao Brasil, o que deve acontecer na primeira quinzena de março. E, segundo o superintendente da Suframa, Alfredo Menezes, ainda não é hora de temer falta de estoque. “Estamos mapeando e vendo o que podemos fazer e quais impactos poderão advir, se essa situação chegar a um ponto extremo”, afirmou.

Mesmo assim, algumas fábricas de empresas mais afetadas já estudam a redução na jornada de trabalho. Algumas podem dar férias coletivas aos funcionários, e as que trabalham dia e noite podem passar a operar apenas em um turno só. As reduções podem afetar 85 mil pessoas, ou 17% de um total de 500 mil empregos diretos da Zona Franca de Manaus.

Só o setor de eletrônicos representa 28% dos lucros na zona industrial amazonense. A produção de TVs e celulares totaliza cerca de 48 mil trabalhadores. Fábricas de Samsung e Motorola já pararam a produção por alguns dias em suas fábricas localizadas em São Paulo, o que certamente vai afetar estoques e, consequentemente, os preços.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: