Mercado fechado
  • BOVESPA

    113.282,67
    -781,33 (-0,68%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.105,71
    -358,59 (-0,70%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,92
    +0,94 (+1,27%)
     
  • OURO

    1.749,60
    -2,10 (-0,12%)
     
  • BTC-USD

    43.020,67
    +472,57 (+1,11%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.070,83
    -32,23 (-2,92%)
     
  • S&P500

    4.455,48
    +6,50 (+0,15%)
     
  • DOW JONES

    34.798,00
    +33,20 (+0,10%)
     
  • FTSE

    7.051,48
    -26,87 (-0,38%)
     
  • HANG SENG

    24.192,16
    -318,84 (-1,30%)
     
  • NIKKEI

    30.248,81
    0,00 (0,00%)
     
  • NASDAQ

    15.343,50
    +24,75 (+0,16%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,2566
    +0,0010 (+0,02%)
     

Surpresa, etíope Selemon Barega ganha 1º ouro do atletismo em Tóquio

·1 minuto de leitura

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - Selemon Barega ganhou o primeiro ouro olímpico do atletismo nas Olimpíadas de Tóquio. O etíope cravou a marca de 27min43s22 e venceu a prova dos 10.000 m rasos.

O pódio foi completado pelos ugandenses Joshua Cheptegei, que era o favorito (27min43s63) e Jacob Kiplimo (27min43s88).

A prova foi bastante tática. O ugandense Stephen Kissa que tinha assumido a liderança na segunda metade da disputa, não segurou a ponta. Ele foi ultrapassado pelo queniano Rhonex Kipruto com 18 minutos de corrida. Kissa desistiu logo depois, aparentando que fora escalado apenas como coelho (atleta que dita o ritmo da prova).

Cheptegei, atual campeão mundial e atual recordista da prova, que vinha no pelotão de trás, ultrapassou a todos. A partir daí, a disputa ficou entre o ugandense e os demais africanos. No final, Barega ultrapassou a todos. Cheptegei ainda tentou um sprint, mas não conseguiu ameaçar a vitória do etíope.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos