Mercado abrirá em 3 h 6 min
  • BOVESPA

    130.207,96
    +766,93 (+0,59%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.029,54
    -256,92 (-0,50%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,12
    +0,24 (+0,34%)
     
  • OURO

    1.866,20
    +0,30 (+0,02%)
     
  • BTC-USD

    39.964,07
    -253,57 (-0,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.001,44
    +32,60 (+3,36%)
     
  • S&P500

    4.255,15
    +7,71 (+0,18%)
     
  • DOW JONES

    34.393,75
    -85,85 (-0,25%)
     
  • FTSE

    7.177,47
    +30,79 (+0,43%)
     
  • HANG SENG

    28.638,53
    -203,60 (-0,71%)
     
  • NIKKEI

    29.441,30
    +279,50 (+0,96%)
     
  • NASDAQ

    14.144,00
    +19,25 (+0,14%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1523
    +0,0208 (+0,34%)
     

Surian exalta campanha da Portuguesa no Carioca: "Conseguimos todos os objetivos"

·1 minuto de leitura


A Portuguesa entrou na edição de 2021 do Campeonato Carioca com alguns objetivos definidos, e alcançou todos eles sob o comando do técnico Felipe Surian. O clube buscou de vaga em competições nacionais para a temporada 2022, teve bons números defensivos e encarou os considerados grandes do estado.

O treinador da Lusa no estadual falou sobre o maior dos desafios, que era colocar a Portuguesa entre os quatro primeiros colocados do Rio de Janeiro:

- O objetivo principal foi a classificação para a semifinal. A gente sonha em chegar em uma final de estadual, mas sabe que é muito difícil. O principal objetivo foi a classificação para a semifinal porque ali conseguiríamos a vaga na Série D, Copa do Brasil para 2022. Foi uma campanha histórica para o clube e isso ficou marcado. Conseguimos todos os objetivos - afirmou.

Além das classificações, a Lusa também alcançou outros importantes marcas, como terminar a Taça Guanabara com a defesa menos vazada, com oito gols sofridos. Surian atribuí este feito não somente aos jogadores da defesa, como também os mais avançados, que já ajudam na marcação desde o campo de ataque, seguindo o que foi trabalhado nos treinamentos.

- Tivemos a defesa menos vazada da Taça Guanabara. Os méritos totais foram não só do sistema defensivo como também da linha ofensiva. O trabalho, desde a pré-temporada, foi visando sem a bola ser um time muito forte na marcação, agredindo já o adversário no campo de defesa. Eles corresponderam bem. Fizeram o que foi proposto nos trabalhos e deu certo - analisou.

A Portuguesa fechou sua participação no Campeonato Carioca com 13 jogos, 6 vitórias, 4 empates e 3 derrotas.

Contra os chamados quatro grandes do estado (Flamengo, Fluminense, Botafogo e Vasco), foram 6 jogos com 2 vitórias, 3 empates e 1 derrota.