Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    56.978,45
    -2.204,24 (-3,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,28 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,23 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

Suposto iPhone 11 Pro com logo desalinhado é vendido por R$ 15 mil

Diego Sousa
·2 minuto de leitura

Não é comum encontrar celulares de grandes marcas sendo vendidos com erros de fabricação, mas parece que não é impossível. Nesta sexta-feira (9), supostas fotos de um iPhone 11 Pro com o logo descentralizado foram encontradas na internet e, aparentemente, aparelhos com esses tipos de defeitos valem uma fortuna.

Um usuário no Twitter compartilhou as imagens do possível iPhone 11 Pro com erro de fabricação e disse que ele teria sido vendido por US$ 2.700, cerca de R$ 15,3 mil em conversão direta para a nossa moeda. Ele aponta que esses defeitos são extremamente raros — coisa de um modelo defeituoso entre 100 milhões de unidades —, e por isso custam bem caro.

Este conteúdo não está disponível devido às suas preferências de privacidade.
Para vê-los, atualize suas configurações aqui.

De acordo com as fotos, trata-se de um iPhone 11 Pro na cor Space Gray (cinza). O aparelho parece idêntico ao modelo original, com o módulo de câmeras em formato de "cooktop" e os alto-falantes na parte debaixo ao lado da porta Lightning.

O defeito está na posição do tradicional logo da Apple, normalmente localizado na região central da tampa traseira do iPhone. Como é possível observar, a impressão está mais para a direita — o que com certeza incomodaria alguns consumidores com TOC.

Infelizmente, não há como saber se o iPhone 11 Pro é, de fato, um erro de fabricação da Apple ou se trata-se de uma versão falsificada do aparelho. No entanto, vale destacar que o responsável pelas imagens tem certo conhecimento em protótipos de dispositivos da Apple, portanto é provável que as informações sejam genuínas.

Queremos saber: o que você faria se comprasse um iPhone 11 Pro e recebesse um aparelho com o logo desalinhado? Conte-nos abaixo, no campo dos comentários!

Review do iPhone 11 Pro

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: