Mercado abrirá em 3 h 34 min
  • BOVESPA

    128.057,22
    -1.202,27 (-0,93%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.202,80
    -376,30 (-0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,84
    -0,20 (-0,28%)
     
  • OURO

    1.792,90
    +18,10 (+1,02%)
     
  • BTC-USD

    37.739,83
    -1.459,30 (-3,72%)
     
  • CMC Crypto 200

    937,51
    -32,37 (-3,34%)
     
  • S&P500

    4.221,86
    -1,84 (-0,04%)
     
  • DOW JONES

    33.823,45
    -210,22 (-0,62%)
     
  • FTSE

    7.122,19
    -31,24 (-0,44%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.196,25
    +30,75 (+0,22%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9754
    +0,0129 (+0,22%)
     

Suporte do Chrome OS a aplicativos Linux finalmente sai da versão beta

·1 minuto de leitura

O Chrome OS começou a oferecer suporte para aplicativos Linux há cerca de três anos em caráter experimental. Agora, conforme anúncio da conferência de desenvolvedores Google I/O 2021, finalmente o recurso saiu da versão beta. A chegada da atualização 91, prevista para as próximas semanas, marcará o desembarque do suporte estável aos apps.

Apesar de o Chrome OS ser baseado em Linux, o ambiente de desenvolvimento era diferente da maioria das outras plataformas de código aberto. Em 2018, contudo, isso mudou após o acesso a um terminal que autorizava os desenvolvedores a usar ferramentas do Linux tradicionais, o que permitiu a instalação de uma imensa biblioteca que inclui até aplicações do Android.

Durante esse período de testes, o Google realizou diversos aprimoramentos na funcionalidade do Linux no Chrome OS, como um novo aplicativo de terminal, procedimentos de atualização mais rápidos (que atualizam os dois sistemas de modo simultâneo), expansão do suporte a dispositivos USB e outras introduções.

Além de anunciar que seu ambiente de desenvolvimento Linux chegará a versão estável em breve, o Google compartilhou algumas atualizações adicionais sobre o Chrome OS. A gigante lançará o Android 11 para mais máquinas, o que trará novos recursos para otimização de aplicativos Android e acesso ao modo escuro. Cinqüenta novos modelos de Chromebooks devem ser lançados ainda este ano, acrescentou a companhia.

Cabe lembrar que a Microsoft anunciou, ainda em 2020, suporte a aplicativos Linux GUI no Windows 10. Embora ainda esteja em fase de testes, com previsão de chegada até o fim deste ano, não há como negar que essa decisão impactou o Google em acelerar o processo de aprimoramento. Recentemente, o Linux para Windows 10 corrigiu um problema grave e adicionou recurso importante.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos