Mercado fechado
  • BOVESPA

    116.375,25
    -1.185,58 (-1,01%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.728,87
    -597,81 (-1,29%)
     
  • PETROLEO CRU

    93,20
    +4,75 (+5,37%)
     
  • OURO

    1.701,80
    -19,00 (-1,10%)
     
  • BTC-USD

    19.619,41
    -348,62 (-1,75%)
     
  • CMC Crypto 200

    445,50
    -9,53 (-2,09%)
     
  • S&P500

    3.639,66
    -104,86 (-2,80%)
     
  • DOW JONES

    29.296,79
    -630,15 (-2,11%)
     
  • FTSE

    6.991,09
    -6,18 (-0,09%)
     
  • HANG SENG

    17.740,05
    -272,10 (-1,51%)
     
  • NIKKEI

    27.116,11
    -195,19 (-0,71%)
     
  • NASDAQ

    11.096,25
    -445,50 (-3,86%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,0768
    -0,0367 (-0,72%)
     

Suplementos multivitamínicos podem melhorar função cerebral em idosos

Suplementos multivitamínicos podem melhorar a função cerebral de idosos, conforme revela um estudo publicado na revista Alzheimer’s and Dementia. Para chegar a essa conclusão, um grupo de cientistas analisou a situação de 2,2 mil pessoas com mais de 65 anos.

Segundo o estudo, tomar suplementos multivitamínicos diariamente pode retardar o declínio cognitivo em cerca de 60%. De qualquer forma, os próprios pesquisadores alertam que estudos maiores são necessários para confirmar o efeito antes de recomendar multivitaminas diárias para ajudar a proteger o declínio cognitivo.

“Nós fornecemos a primeira evidência de que o uso diário de um multivitamínico-mineral seguro, prontamente acessível e de baixo custo pode melhorar a cognição. Esta descoberta pode ter importantes implicações de saúde pública para a saúde do cérebro e resiliência contra o declínio cognitivo futuro”, apontam os cientistas.

Suplementos multivitamínicos podem melhorar a função cerebral em idosos (Imagem: TasiPas/envato)
Suplementos multivitamínicos podem melhorar a função cerebral em idosos (Imagem: TasiPas/envato)

No estudo, os pesquisadores avaliaram a cognição dos participantes antes e durante o teste, que durou cerca de três anos. O grupo conduziu os participantes a atividades envolvendo listas de palavras, problemas numéricos e recordação de histórias, para que se fizesse uma análise da cognição.

Na ocasião, suplementos multivitamínicos parecem melhorar o desempenho cognitivo dos participantes, em particular para aqueles com doença cardiovascular, um conhecido fator de risco para demência. Os resultados sugerem proteção contra o declínio cognitivo relacionado a doenças cardiovasculares. A ideia é entender essa interação cada vez mais a fundo, através de futuros estudos.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: