Mercado fechará em 4 h 43 min
  • BOVESPA

    108.825,60
    -151,10 (-0,14%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.668,64
    -310,36 (-0,60%)
     
  • PETROLEO CRU

    74,24
    -2,04 (-2,67%)
     
  • OURO

    1.750,00
    -4,00 (-0,23%)
     
  • BTC-USD

    16.186,59
    -364,71 (-2,20%)
     
  • CMC Crypto 200

    379,50
    -3,16 (-0,83%)
     
  • S&P500

    4.026,12
    -1,14 (-0,03%)
     
  • DOW JONES

    34.347,03
    +152,93 (+0,45%)
     
  • FTSE

    7.453,25
    -33,42 (-0,45%)
     
  • HANG SENG

    17.297,94
    -275,64 (-1,57%)
     
  • NIKKEI

    28.162,83
    -120,20 (-0,42%)
     
  • NASDAQ

    11.696,25
    -86,50 (-0,73%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,6379
    +0,0135 (+0,24%)
     

Superterra recém-descoberta tem dez vezes a massa do nosso planeta

Um dos exoplanetas mais massivos já vistos foi descoberto nos dados coletados pelo telescópio Transiting Exoplanet Survey Satellite (TESS). Catalogado como TOI-1075 b, este mundo rochoso parece ter superfície coberta por magma derretido, e os anos por lá têm duração parecida com a de meio dia terrestre.

A descoberta do TOI-1075 b foi anunciada em um comunicado da NASA, publicado no início de novembro. Mas agora “novos dados mostram que o TOI-1075 b é uma das superterras mais massivas já descobertas”, descreveram. As chamadas superterras representam a classe de exoplanetas mais massivos que a Terra, mas menos do que Netuno.

O exoplaneta foi identificado pelo telescópio TESS (Imagem: Reprodução/NASA)
O exoplaneta foi identificado pelo telescópio TESS (Imagem: Reprodução/NASA)

Durante suas observações, o TESS opera com o método do trânsito, ou seja, estuda o céu em busca de mudanças no brilho das estrelas. Se alguma delas escurece temporariamente, pode haver algum exoplaneta passando à frente dela na perspectiva de observação do telescópio. O método já rendeu a identificação de mais de 5 mil candidatos a exoplanetas.

Os dados do TESS mostraram que o TOI-1075 b tem temperatura superficial de aproximadamente 1.050 ºC, bastante elevada em função da grande proximidade de sua estrela. Além disso, este planeta leva apenas 14,5 horas para completar uma órbita. Se você pudesse viajar para lá, veria que seu peso neste mundo seria o triplo do que é na Terra, graças à grande massa que proporciona uma intensa força gravitacional por lá.

Segundo a agência espacial, a descoberta do TOI-1075 b ajudará os cientistas a refinar os modelos de formação planetária. “Isso, por sua vez, ajudará a prever os tipos de atmosferas que as superterras e outros tipos de planetas têm, ou se eles realmente têm alguma atmosfera”, escreveram.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: