Mercado fechará em 6 h 33 min
  • BOVESPA

    101.834,44
    +1.070,84 (+1,06%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    48.294,83
    +553,33 (+1,16%)
     
  • PETROLEO CRU

    110,84
    +1,27 (+1,16%)
     
  • OURO

    1.826,00
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    20.985,26
    -248,87 (-1,17%)
     
  • CMC Crypto 200

    458,96
    -2,84 (-0,61%)
     
  • S&P500

    3.900,11
    -11,63 (-0,30%)
     
  • DOW JONES

    31.438,26
    -62,42 (-0,20%)
     
  • FTSE

    7.335,63
    +77,31 (+1,07%)
     
  • HANG SENG

    22.418,97
    +189,45 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    27.049,47
    +178,20 (+0,66%)
     
  • NASDAQ

    12.073,75
    +33,25 (+0,28%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,4792
    -0,0649 (-1,17%)
     

Superlua de Morango: confira as melhores fotos do grande evento lunar de junho

Uma superlua cheia de morango brilhou no céu noturno nesta terça-feira (14). Durante o fenômeno, nosso satélite natural estava no ponto de maior proximidade da Terra (o perigeu), ao longo de sua órbita elíptica ao redor do nosso planeta — e, por causa disso, pareceu levemente maior e mais brilhante do que costumamos ver, encantando observadores em todo o mundo.

De acordo com informações da NASA, o nome “superlua” foi cunhado em 1979 e costuma ser usado para descrever a chamada Lua cheia perigeana, ou seja, aquela que ocorre perto ou no momento em que a Lua está no ponto de maior proximidade da Terra. Portanto, há dois “ingredientes” necessários para a Superlua acontecer: um deles é o perigeu, e o outro, é a fase cheia.

Comparação entre a "superlua" e "microlua" (Imagem: Reprodução/Vox)
Comparação entre a "superlua" e "microlua" (Imagem: Reprodução/Vox)

Embora a Lua orbite a Terra em uma trajetória elíptica, uma curiosidade interessante é que, graças à gravidade do Sol e dos demais planetas, a forma da órbita lunar muda ao longo do tempo. Por isso, a Lua fica mais perto da Terra em alguns perigeus do que em outros, e também se afasta mais durante determinados apogeus (nome dado ao ponto em que a Lua fica mais distante do nosso planeta).

No fim das contas, a “superlua” não é tão diferente assim da Lua cheia que estamos acostumados a observar — claro, pode até parecer que nosso satélite estava bem maior que o comum e mais iluminado, mas estes são efeitos de uma simples ilusão de ótica causada por nosso cérebro. Mesmo assim, vale a pena aproveitar o momento para observar a Lua e as formações dela a olho nu.

Lua de morangos?

E de onde vieram os tais morangos? Bem, na verdade, este é um apelido usados por povos antigos norte-americanos para acompanhar as estações do ano. No caso, a “Lua de morango” vem das tribos nativas dos Estados Unidos e no Canadá.

Cada Lua cheia ganhava um nome refletindo um evento significativo no solo, e a de junho indica apenas que chegou o momento da colheita dos morangos na América do Norte; portanto, não há relação alguma com possíveis mudanças na cor aparente da Lua — até porque a cor de nosso satélite natural depende de outros fatores, como a presença de partículas na atmosfera e a posição da Lua no horizonte.

As melhores fotos da Superlua cheia de morango

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos