Mercado fechado
  • BOVESPA

    106.471,92
    +579,70 (+0,55%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.723,43
    -192,74 (-0,41%)
     
  • PETROLEO CRU

    88,53
    -0,01 (-0,01%)
     
  • OURO

    1.792,40
    -14,50 (-0,80%)
     
  • BTC-USD

    23.035,79
    -169,62 (-0,73%)
     
  • CMC Crypto 200

    533,20
    -2,02 (-0,38%)
     
  • S&P500

    4.145,19
    -6,75 (-0,16%)
     
  • DOW JONES

    32.803,47
    +76,65 (+0,23%)
     
  • FTSE

    7.439,74
    -8,32 (-0,11%)
     
  • HANG SENG

    20.201,94
    +27,90 (+0,14%)
     
  • NIKKEI

    28.175,87
    +243,67 (+0,87%)
     
  • NASDAQ

    13.216,50
    -110,50 (-0,83%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,2666
    -0,0739 (-1,38%)
     

Superintendência-Geral do Cade recomenda impugnar compra da Plamed pela Hapvida

SÃO PAULO (Reuters) - A Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) decidiu pela impugnação da compra da operadora de saúde sergipana Plamed pela Hapvida, conforme despacho publicado no Diário Oficial da União nesta quinta-feira.

A operação foi anunciada no final de 2019 por 57,5 milhões de reais, e chegou a ser aprovada, com restrições, pelo tribunal da autarquia. Em novembro de 2021, porém, ela foi rejeitada pelo mesmo tribunal por descumprimento do acordo que estabelecia as restrições.

A Hapvida e a Plamed, uma operadora com sede em Aracaju, Sergipe, reapresentaram a operação em maio deste ano ao Cade, já com o nome do potencial comprador dos ativos a serem desinvestidos. A identidade do comprador é censurada nos documentos públicos disponibilizados pelo Cade.

(Por Andre Romani)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos