Mercado fechado
  • BOVESPA

    115.202,23
    +2.512,05 (+2,23%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    46.342,54
    +338,35 (+0,74%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,28
    +2,45 (+3,84%)
     
  • OURO

    1.698,20
    -2,50 (-0,15%)
     
  • BTC-USD

    48.178,15
    +1.114,54 (+2,37%)
     
  • CMC Crypto 200

    982,93
    +39,75 (+4,21%)
     
  • S&P500

    3.841,94
    +73,47 (+1,95%)
     
  • DOW JONES

    31.496,30
    +572,16 (+1,85%)
     
  • FTSE

    6.630,52
    -20,36 (-0,31%)
     
  • HANG SENG

    29.098,29
    -138,50 (-0,47%)
     
  • NIKKEI

    28.864,32
    -65,78 (-0,23%)
     
  • NASDAQ

    12.652,50
    +197,50 (+1,59%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,7797
    -0,0062 (-0,09%)
     

Superávit de açúcar pode retornar com maior safra da Tailândia

Manisha Jha e Randy Thanthong-Knight
·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- A produção de açúcar da Tailândia deve se recuperar na próxima temporada, depois de a pior seca em 40 anos ter reduzido a produtividade no segundo maior exportador do mundo. A perspectiva abriria caminho para um superávit, o que pode ser um banho de água fria para investidores que apostam na alta da commodity.

Uma combinação de preços recordes da cana para agricultores e mais chuvas aumentará a produção de açúcar em 59%, para 11 milhões de toneladas na temporada 2021-22 que começa em outubro, segundo a trading londrina Czarnikow Group. Seria o maior volume em três anos e um quadro totalmente diferente de 2020-21, quando a produção atingiu o menor nível em uma década, com 6,9 milhões de toneladas.

“Nesta época do ano que vem, o mercado deve ter bastante açúcar branco tailandês e podemos ver o prêmio do açúcar branco enfraquecer devido a isso”, disse Ben Seed, analista da Czarnikow. “Uma safra maior da Tailândia coloca um amortecedor no ambiente atual de ganhos e deixa o mercado vulnerável a baixas no próximo ano.”

As perdas causadas pela seca e preços baixos levaram muitos agricultores a abandonarem a cana em favor de culturas rivais como a mandioca, o que resultou em aumento de 7% das plantações de mandioca no ano passado, segundo o Escritório de Economia Agrícola da Tailândia. Agora, com os preços globais do açúcar perto dos maiores níveis em mais de três anos, usinas tailandesas buscam atrair novamente agricultores com preços recordes da cana.

A melhora do clima também aumenta as expectativas para o plantio de cana que geralmente começa em abril. O departamento meteorológico da Tailândia prevê chuvas quase normais a 20% acima do normal nas áreas de cultivo de cana na região central e nordeste da Tailândia nos dois meses até abril.

“O preço global em alta impulsionará os preços da cana-de-açúcar na Tailândia e incentivará agricultores que já haviam decidido cancelar o plantio da cana a retomar o cultivo”, disse o ministro da Indústria, Suriya Juangroongruangkit, em entrevista. “As usinas de açúcar também incentivam agricultores a aumentarem o cultivo da cana, pois a previsão de chuvas para a próxima safra será melhor.”

O Ministério da Indústria da Tailândia prevê que a produção aumentará em ritmo mais modesto, para 9,4 milhões de toneladas em 2021-22, em comparação com estimativa de 8 milhões de toneladas neste ano. Ainda assim, isso marca o primeiro aumento anual depois que uma seca implacável prejudicou a produtividade e impulsionou os preços da commodity.

A forte recuperação da produção da Tailândia também reduzirá a demanda por açúcar bruto de refinarias de reexportação e aumentará o superávit global em 29%, para 5,3 milhões de toneladas em 2021-22, disse Seed, da Czarnikow.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.