Mercado abrirá em 9 h 28 min
  • BOVESPA

    128.767,45
    -497,51 (-0,38%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.129,88
    -185,81 (-0,37%)
     
  • PETROLEO CRU

    73,08
    +0,02 (+0,03%)
     
  • OURO

    1.783,00
    +5,60 (+0,32%)
     
  • BTC-USD

    33.964,06
    +1.031,45 (+3,13%)
     
  • CMC Crypto 200

    813,71
    +19,39 (+2,44%)
     
  • S&P500

    4.246,44
    +21,65 (+0,51%)
     
  • DOW JONES

    33.945,58
    +68,61 (+0,20%)
     
  • FTSE

    7.090,01
    +27,72 (+0,39%)
     
  • HANG SENG

    28.660,69
    +350,93 (+1,24%)
     
  • NIKKEI

    28.916,68
    +32,55 (+0,11%)
     
  • NASDAQ

    14.297,00
    +38,75 (+0,27%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,9130
    -0,0068 (-0,11%)
     

Summers diz que ritmo de inflação nos EUA supera suas previsões

·2 minuto de leitura

(Bloomberg) -- O ex-secretário do Tesouro dos Estados Unidos, Lawrence Summers, disse que a inflação está se acelerando ainda mais rápido do que sua estimativa, o que representa um desafio para o cenário benigno do Federal Reserve e da Casa Branca.

“Eu estava no lado preocupado com a inflação e tudo evoluiu muito mais rápido, muito mais cedo do que eu havia previsto”, disse Summers em entrevista ao programa “Wall Street Week”, da Bloomberg Television. “Isso vai nos deixar nervosos daqui para frente.”

Em abril, os preços ao consumidor nos EUA registraram a maior alta desde 2009. Summers, que também é colunista da Bloomberg, alertou repetidamente que a inflação ficaria acima de muitas previsões.

Ele destacou que o núcleo do índice, que exclui os preços dos alimentos e energia, sobe em ritmo mais rápido que o indicador principal, e que os custos crescentes com habitação, serviços médicos e mão de obra também aumentarão as pressões sobre a economia.

Autoridades do Fed e do governo Biden argumentam que a inflação mais rápida será transitória e, portanto, não é um obstáculo para as políticas monetárias e fiscais frouxas implementadas.

Mas Summers disse que o salto de 0,9% do núcleo em abril abre espaço para aumentos temporários de preços e para “um problema extremamente sério da inflação subindo para a faixa de 4%. Não acho que possamos descartar esses números”.

“O Fed parece se planejar para um cenário muito benigno com o qual certamente não podemos contar”, afirmou.

Como alerta para o governo democrata de Biden, Summers citou as eleições dos republicanos Richard Nixon e Ronald Reagan, pois eleitores não gostam que a inflação acabe corroendo seus salários.

“A melhor parte da sabedoria é que existem ladeiras escorregadias e, uma vez que você inicia um processo de aceleração da inflação, existem poucos exemplos preciosos onde a inflação foi reduzida sem uma disrupção econômica muito significativa e sem uma enorme disrupção para os mercados financeiros”, disse.

For more articles like this, please visit us at bloomberg.com

Subscribe now to stay ahead with the most trusted business news source.

©2021 Bloomberg L.P.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos