Mercado abrirá em 54 mins
  • BOVESPA

    122.964,01
    +1.054,98 (+0,87%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.655,29
    -211,86 (-0,42%)
     
  • PETROLEO CRU

    66,21
    +0,93 (+1,42%)
     
  • OURO

    1.833,60
    -2,50 (-0,14%)
     
  • BTC-USD

    56.299,59
    +1.119,73 (+2,03%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.526,09
    +1.283,41 (+528,85%)
     
  • S&P500

    4.152,10
    -36,33 (-0,87%)
     
  • DOW JONES

    34.269,16
    -473,66 (-1,36%)
     
  • FTSE

    6.992,33
    +44,34 (+0,64%)
     
  • HANG SENG

    28.231,04
    +217,23 (+0,78%)
     
  • NIKKEI

    28.147,51
    -461,08 (-1,61%)
     
  • NASDAQ

    13.268,75
    -77,25 (-0,58%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3417
    -0,0037 (-0,06%)
     

Sul-Americana: Após Independiente abrir 2 a 0, Bahia corre atrás e empata duelo; Gilberto perde pênalti

Futebol Latino
·3 minuto de leitura


Pela terceira rodada da Copa Sul-Americana, o Bahia mediu forças com o líder do grupo B, Independiente, sob muita chuva. Em um jogo em que os argentinos conseguiram abrir 2 a 0 no placar, o Tricolor, melhor no duelo durante os 90 minutos, conseguiu igualar o marcador na reta final do segundo tempo. Gilberto ainda teve a chance de virar o duelo aos 40 minutos, mas desperdiçou um pênalti e viu o confronto terminar em empate em Salvador.

Com o resultado, o Bahia vai a cinco pontos e não perde a vice-liderança. O Independiente segue na ponta com sete pontos.

No próximo duelo, o Tricolor vai enfrentar o Guabirá fora de casa no dia 13 de maio.

PRIMEIRO TEMPO EQUILIBRADO, BOA MARCAÇÃO E... PÊNALTI

No início da etapa, o Bahia teve uma grande chance com o zagueiro Conti, mas Sosa defendeu. O Independiente respondeu em seguida com Togni e somente aos 27 minutos voltou a dar um susto com Lucas Romero tentando surpreender e chutar do meio da rua. Gilberto aproveitou cruzamento de Thaciano e só não marcou porque Sosa fez milagre aos 34 minutos.

No decorrer do confronto em Pituaçu, as equipes insistiram no ataque, com os brasileiros tendo a maior posse, mas os times estavam bem postados defensivamente. Pelo Bahia, era Rodriguinho era quem conseguia desconsertar a zaga argentina com seus passes, sendo Gilberto o jogador mais perigoso. Porém, um pênalti na reta final do primeiro tempo fez com que o Independiente abrisse o placar com Herrera.

PREOCUPAÇÃO NO BAHIA

Ainda no início de jogo, Nino Paraíba levou a pior em uma disputa de bola com o jogador do Independiente. O lateral do Tricolor ainda tentou seguir no jogo, mas precisou ser substituído aos 11 minutos.

MUITA CHUVA, PÊNALTIS E GILBERTO DESPERDIÇA CHANCE DA VIRADA

A volta do intervalo contou com um aperto na chuva, que fez o campo acumular poças d'água. Além disso, um novo pênalti para os argentinos, aos cinco minutos, fez com que Velasco ampliasse o placar em Salvador. A resposta do Bahia veio seis minutos mais tarde com Thaciano pegando o rebote e diminuindo o marcador para 2 a 1.

Dado Cavalcanti foi modificando sua equipe na tentativa de empatar o placar enquanto seguia massacrando na agressividade. E tanta insistência no ataque fez o Bahia igualar o duelo com o zagueiro Luiz Otávio. Incrivelmente no minuto seguinte, o Tricolor teve pênalti para cobrar, porém Gilberto perdeu a chance da virada.

FICHA TÉCNICA
BAHIA X INDEPENDIENTE - 3ª RODADA DA COPA SUL-AMERICANA
Estádio: Pituaçu, em Salvador (BA)
Data e horário: 4 de maio de 2021, às 19h15 (de Brasília)
Árbitro: Roberto Tobar (CHI)
Assistentes: Christian Schiemann (CHI) e Juan Aguiar (EQU)
Cartões amarelos: Daniel (BAH) / Ostachuk (IND)
Cartões vermelhos: -

GOLS: Herrera, 42'/1ºT (0-1); Velasco, 5'/2ºT (0-2); Thaciano, 11'/2ºT (1-2); Luiz Otávio, 36'/2ºT (2-2).

BAHIA (Técnico: Dado Cavalcanti)
Matheus Teixeira; Nino Paraíba (Renan Guedes, aos 11'/1ºT), Germán Conti, Luiz Otávio e Matheus Bahia; Daniel (Alesson, 33'/2ºT), Patrick de Lucca (Jonas, aos 33'/2ºT) e Thaciano (Maycon Douglas, aos 33'/2ºT); Rodriguinho, Gilberto e Oscar Ruíz (Thonny Anderson, aos 23'/2ºT).

INDEPENDIENTE (Técnico: Julio Falcioni)
Sebastián Sosa; Sergio Barreto, Ostachuk e Ayrton Costa; Fabricio Bustos, Juan Pacchini, Lucas Romero e Gastón Togni (Brian Martínez, no intervalo); Alan Velasco (Blanco, aos 42'/2ºT), Alan Soñora (Palacios, 42'/2ºT) e Jonathan Herrera.