Mercado fechado
  • BOVESPA

    109.075,86
    +1.062,39 (+0,98%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    52.499,45
    -323,78 (-0,61%)
     
  • PETROLEO CRU

    86,29
    -0,67 (-0,77%)
     
  • OURO

    1.838,80
    -4,40 (-0,24%)
     
  • BTC-USD

    42.621,65
    +875,05 (+2,10%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.012,13
    +16,87 (+1,69%)
     
  • S&P500

    4.482,73
    -50,03 (-1,10%)
     
  • DOW JONES

    34.715,39
    -313,26 (-0,89%)
     
  • FTSE

    7.585,01
    -4,65 (-0,06%)
     
  • HANG SENG

    24.952,35
    +824,50 (+3,42%)
     
  • NIKKEI

    27.772,93
    +305,70 (+1,11%)
     
  • NASDAQ

    14.804,25
    -229,25 (-1,52%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1372
    -0,0302 (-0,49%)
     

Sudamerica é multada em R$ 171 mil após cobranças indevidas de aposentados

·1 min de leitura
Magistrado
Decisão aponta a inversão da ordem lógica de contratação dos seguros

(Getty Images)

  • Sudamerica é multada em R$ 171 mil

  • Empresa descontava valores indevidos dos salários dos aposentados

  • Senacon aponta que as quantias eram de seguros não contratados pelos clientes

A corretora de seguros Sudamerica foi multada em R$ 171 mil após descontar valores indevidos nos salários dos aposentados. A decisão foi da Secretaria Nacional do Consumidor (Senacon), órgão do Ministério da Justiça.

Leia também:

Empresas envolvidas

As empresas envolvidas são a Sudamerica Clube de Serviços e a Sudamerica Vida Corretora de Seguros. Segundo a Senacon, ambas não comprovaram a regularidade das contratações dos seguros ou a autorização dos consumidores para os descontos na aposentadoria. As informações são do portal O Globo.

"Nesse caso, foi observado que a conduta das representadas não só desrespeitou a condição de vulnerabilidade dos consumidores, como dela se beneficiou, na prática, para imputar-lhes serviços que não eram de sua vontade contratar, invertendo a ordem lógica de contratação", disse Lilian Brandão, diretora do Departamento de Proteção e Defesa do Consumidor (DPDC), órgão da Senacon.

A Secretaria ainda destaca que houve uma grande quantidade de reclamações feitas nos Procons de todo o Brasil, bem como na Susep (Superintendência de Seguros Privados), no Banco do Brasil e no INSS. As queixas contra a seguradora foram as responsáveis por chamar a atenção do órgão.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos