Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.479,84
    -546,41 (-0,99%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

Sucesso! China testa novo motor de foguete com o maior empuxo do mundo

·2 min de leitura

Nesta terça-feira (19), um novo motor de impulso de foguete foi testado com sucesso na China, usando combustível sólido e prometendo ter o maior empuxo já obtido em foguetes de todo o mundo. A tecnologia foi testada pela Quarta Academia da Corporação de Ciência e Tecnologia Aeroespacial da China (CASC) e destaca o crescimento do país asiático no setor espacial.

Com 3,5 metros de diâmetro e um impulso de até 500 toneladas, o motor de foguete tem apenas um estágio e adota uma série de tecnologias avançadas. Entre elas, uma carcaça feita de fibra de alto desempenho, uma câmara de combustão integralmente fundida de alta carga e um bico superdimensionado. Com o sucesso do teste, o motor atingiu o nível de liderança mundial.

Basicamente, o impulsionador de estágio único utiliza um motor de foguete de combustível químico sólido, também conhecido como propulsor sólido. Uma vez acionado, o propelente é consumido na câmara de combustão e, então, a energia química é convertida em energia térmica. Os produtos desta etapa são direcionados para o bico do sistema e, ali, a anergia térmica é transformada em energia cinética, a qual é liberada em alta velocidade, produzindo o empuxo.

Os dados do teste com o novo motor auxiliam o desenvolvimento de outro motor segmentado de 3,5 metros de diâmetro, que atualmente está em desenvolvimento pela CASC. Dividido em cinco partes, o motor terá uma capacidade máxima de impulso de até 1.000 toneladas e poderá ser aplicado a impulsionadores sólidos de grandes e pesados foguetes.

Com isto, a China espera atender às diversas necessidades de equipamentos espaciais do país, como aterrissagens lunares tripuladas e, inclusive, a exploração do espaço profundo.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech:

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos