Mercado fechado
  • BOVESPA

    122.038,11
    +2.117,50 (+1,77%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.249,02
    +314,11 (+0,64%)
     
  • PETROLEO CRU

    64,82
    +0,11 (+0,17%)
     
  • OURO

    1.832,00
    +16,30 (+0,90%)
     
  • BTC-USD

    57.460,20
    -1.554,51 (-2,63%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.480,07
    +44,29 (+3,08%)
     
  • S&P500

    4.232,60
    +30,98 (+0,74%)
     
  • DOW JONES

    34.777,76
    +229,26 (+0,66%)
     
  • FTSE

    7.129,71
    +53,54 (+0,76%)
     
  • HANG SENG

    28.610,65
    -26,81 (-0,09%)
     
  • NIKKEI

    29.357,82
    +26,45 (+0,09%)
     
  • NASDAQ

    13.715,50
    +117,75 (+0,87%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3651
    -0,0015 (-0,02%)
     

#StopAsianHate: Facebook promove ações em apoio a comunidades de origem asiática

Felipe Gugelmin
·2 minuto de leitura

O Facebook anunciou que vai incorporar a hashtag #StopAsianHate durante o mês de maio no feed de notícias acessado por usuários localizados nos Estados Unidos. A ação marca o posicionamento da empresa contra os atos de violência e racismo enfrentados recentemente por membros de comunidades de origens asiáticas que residem no país (Asians and Pacific Islanders, ou API).

Junto à hashtag, a rede social vai oferecer um botão que redireciona à doação de recursos para grupos que combatem a discriminação e o ódio contra membros dessas comunidades. Além de facilitar a doação por parte de seus usuários, o Facebook revelou que fez uma doação de US$ 5 milhões a organizações que combatem injustiças raciais e sociais contra grupos marginalizados.

Pessoas interessadas em participar da causa também vão contar com novos filtros, adesivos e adereços temáticos tanto dentro do Facebook quanto no Instagram e no WhatsApp. Além disso, a rede social vai aprimorar seu sistema de filtros para mostrar notificações recomendando que pessoas reconsiderem discursos ofensivos, explicando como eles podem ter impacto direto sobre comunidades de origens asiáticas.

Incentivos à comunidade asiática

A partir do dia 17 de maio, o Facebook também vai reunir empresários, líderes comunitários e figuras midiáticas relacionadas às comunidades API em eventos chamados Amplify API. A intenção da empresa é usar esses espaços para discutir a situação atual, bem como a maneira como esse grupo é representado dentro da mídia e da cultura popular.

Imagem: Divulgação/Facebook
Imagem: Divulgação/Facebook

As ações da empresa acontecem em parceria com organizações como a Asian American Psychological Association, o Asian Mental Health Project e a South Asian Americans Leading Together (SAALT). Para completar, a companhia vai destacar membros da comunidade em locais como a conta @Shop do Instagram, bem como realizar uma série de ações comandadas por Samantha Wu, vice-presidente de Marcas de Consumo e Marketing de Produto junto a celebridades.

Fonte: Canaltech

Trending no Canaltech: