Mercado fechado
  • BOVESPA

    102.224,26
    -3.586,99 (-3,39%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    49.492,52
    -1.132,48 (-2,24%)
     
  • PETROLEO CRU

    68,15
    -10,24 (-13,06%)
     
  • OURO

    1.788,10
    +1,20 (+0,07%)
     
  • BTC-USD

    54.827,90
    +41,84 (+0,08%)
     
  • CMC Crypto 200

    1.365,60
    -89,82 (-6,17%)
     
  • S&P500

    4.594,62
    -106,84 (-2,27%)
     
  • DOW JONES

    34.899,34
    -905,04 (-2,53%)
     
  • FTSE

    7.044,03
    -266,34 (-3,64%)
     
  • HANG SENG

    24.080,52
    -659,64 (-2,67%)
     
  • NIKKEI

    28.751,62
    -747,66 (-2,53%)
     
  • NASDAQ

    16.051,00
    -315,00 (-1,92%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,3485
    +0,1103 (+1,77%)
     

STJD promove reunião para debater segurança na final da Libertadores, entre Palmeiras e Flamengo

·2 min de leitura


O Superior Tribunal de Justiça Desportiva promoveu, nesta quarta-feira, uma reunião envolvendo integrantes do Tribunal do Futebol, CBF, além de várias agências de segurança. O encontro visa montar estratégias e antecipar problemas que poderão ocorrer durante a final da Copa Libertadores da América entre Palmeiras e Flamengo, agendada para o próximo dia 27 de novembro, em Montevidéu, no Uruguai. Os ingressos já estão à venda.

Na reunião foram discutidos vários aspectos que envolvem o risco do deslocamento de mais de 20 mil torcedores pelo sul do Brasil até Montevidéu; eventuais conflitos já anunciados pelas redes sociais entre as torcidas de ambos os clubes, bem como as soluções para diminuir esses riscos e atuar nos conflitos.

Segundo o Coordenador Brasileiro da Força Tarefa, auditor do Pleno do STJD do Futebol, Mauro Marcelo de Lima e Silva, que também exerce a função de Delegado de Polícia no Estado de São Paulo, “o objetivo dessa operação é a proteção dos cidadãos brasileiros e uruguaios; dos torcedores de ambos os clubes, bem como medidas para antecipar riscos, evitar crises e, na eventualidade mitigar seus efeitos, colaborando todas as agências envolvidas, de forma altamente profissional, elevando a imagem do futebol sul-americano e a imagem do Brasil no exterior”.

Além de Mauro Marcelo, estiveram presentes Ronaldo Piacente, Procurador-geral do STJD do Futebol; Rômulo Reis, Coordenador do Departamento de Competições da CBF; Cel.PM. Hilmar Faulhaber Neto do BOPE PMERJ; Delegado César Saad, Chefe da Delegacia de Repressão aos Delitos de Intolerância Desportiva da Polícia Civil de São Paulo; Diogo Hemerly, do Setor Inteligência da Polícia Rodoviária Federal; Oficial de Inteligência M.F. da Agência Brasileira de Inteligência – ABIN; Delegado Marcello Barros de Oliveira, e Carolina Nascimento, ambos de Relações Institucionais da Secretaria de Polícia Civil do Rio de Janeiro.

Um encontro anterior já havia sido realizado em Manaus com integrantes do STJD, policiais paulistas e uruguaios, além da Gerência de Segurança da Associação Uruguaia de Futebol e da CONMEBOL. As medidas que serão tomadas, não reveladas por questões de sigilo, serão discutidas pela força tarefa, em Montevidéu na próxima semana.

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos