Mercado fechado
  • BOVESPA

    129.441,03
    -635,14 (-0,49%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    51.286,46
    +400,13 (+0,79%)
     
  • PETROLEO CRU

    70,78
    +0,49 (+0,70%)
     
  • OURO

    1.879,50
    -16,90 (-0,89%)
     
  • BTC-USD

    35.527,15
    -409,81 (-1,14%)
     
  • CMC Crypto 200

    924,19
    -17,62 (-1,87%)
     
  • S&P500

    4.247,44
    +8,26 (+0,19%)
     
  • DOW JONES

    34.479,60
    +13,36 (+0,04%)
     
  • FTSE

    7.134,06
    +45,88 (+0,65%)
     
  • HANG SENG

    28.842,13
    +103,25 (+0,36%)
     
  • NIKKEI

    28.948,73
    -9,83 (-0,03%)
     
  • NASDAQ

    13.992,75
    +33,00 (+0,24%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,1926
    +0,0391 (+0,64%)
     

STJD julga Flamengo e Palmeiras por confusão na Supercopa nesta sexta; clubes podem ser multados e Abel Ferreira suspenso

·2 minuto de leitura


Por conta da confusão no túnel do Estádio Mané Garrincha - a qual teve provocações e troca de socos entre seguranças e dirigentes -, durante a Supercopa do Brasil, Flamengo e Palmeiras serão julgados nesta sexta, a partir das 11h, pela Quinta Comissão Disciplinar do STJD. Denunciados no artigo 257 do CBJD, os clubes correm risco de receberem multa de até R$ 20 mil, cada.

A punição prevista em multa se dá por conta do árbitro ter relatado a confusão em súmula, mas ter afirmado não ter conseguido identificar os responsáveis.

- Informo que aos 50 minutos do segundo tempo paralisei a partida devido a um tumulto que acontecia dentro do túnel de acesso aos vestiários. Não foi possível identificar quem provocou o tumulto. Após paralisação de 1 minuto o jogo reiniciou normalmente - escreveu o árbitro Leandro Pedro Vuaden (RS).

Como o caso gerou grande repercussão, a Procuradoria do STJD juntou vídeos e links como provas no processo a fim de comprovar a ocorrência da infração.

ABEL FERREIRA E AUXILIAR TAMBÉM SERÃO JULGADOS

Expulsos durante a partida contra o Flamengo - que venceu a Supercopa do Brasil nos pênaltis após o empate em 2 a 2 -, o técnico Abel Ferreira e seu auxiliar João Miguel Barreto Martins também serão julgados nesta sexta por conduta contrária à disciplina. Os dois foram denunciados por infração ao artigo 258 do CBJD, cuja pena prevista é de suspensão de uma a seis partidas.

A súmula da partida, realizada em 11 de abril, narrou a conduta do técnico e do auxiliar do Palmeiras. Abel recebeu o vermelho direto aos 30 minutos do primeiro tempo por contestar de forma ofensiva as decisões da arbitragem dizendo reiteradas vezes: “Você é um tendencioso do c*”.

O árbitro informou ainda que Abel deixou a área técnica e seguiu com as reclamações mesmo após ter sido advertido anteriormente com o cartão amarelo.

Já no segundo tempo o auxiliar do Palmeiras, João Miguel Barreto Martins, recebeu o vermelho direto nos acréscimos da partida por contestar as decisões da arbitragem de forma acintosa e ofensiva dizendo: “Você é ruim, fraco pra c*! ”. O árbitro informou que o auxiliar seguiu repetindo as palavras após ser expulso.