Mercado fechará em 3 h 41 min
  • BOVESPA

    117.038,66
    +808,54 (+0,70%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    45.777,17
    -269,41 (-0,59%)
     
  • PETROLEO CRU

    87,73
    +1,21 (+1,40%)
     
  • OURO

    1.718,30
    -12,20 (-0,70%)
     
  • BTC-USD

    20.102,83
    +80,28 (+0,40%)
     
  • CMC Crypto 200

    455,68
    -2,72 (-0,59%)
     
  • S&P500

    3.762,69
    -28,24 (-0,74%)
     
  • DOW JONES

    30.161,25
    -155,07 (-0,51%)
     
  • FTSE

    7.052,62
    -33,84 (-0,48%)
     
  • HANG SENG

    18.087,97
    +1.008,46 (+5,90%)
     
  • NIKKEI

    27.120,53
    +128,32 (+0,48%)
     
  • NASDAQ

    11.494,25
    -146,50 (-1,26%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    5,1399
    -0,0280 (-0,54%)
     

Stellantis planeja investir € 30 bilhões em eletrificação de carros até 2025

·4 min de leitura
Stellantis planeja investir € 30 bilhões em eletrificação de carros até 2025
Stellantis planeja investir € 30 bilhões em eletrificação de carros até 2025

A Stellantis, grupo automotivo que detém marcas como Fiat, Jeep, Citroën e, Peugeot, divulgou os planos para investir mais de 30 bilhões de euros até 2025 na eletrificação dos veículos, software e direção autônoma. O anúncio foi feito nesta quinta-feira (8), no Stellantis EV Day 2021.

De acordo com o próprio grupo, o valor investido é “30% melhor do que a média do setor”. A meta da Stellantis é ter mais de 70% das vendas na Europa e mais de 40% nos Estados Unidos dos automóveis elétricos até o ano de 2030, com todas as 14 marcas.

Leia mais:

O anúncio ainda destaca que as montadoras vão “fornecer BEVs que cumprem as demandas do cliente, com alcance variando de 500 a 800 km e capacidade de carregamento rápido líder do setor de 32 km por minuto”. Para isso, a Stellantis vai usar quatro plataformas por modelo flexíveis, projetadas para ter uma vida útil longa através de atualizações de software e hardware.

As quatro plataformas são a STLA Pequena, com uma faixa de até 500 quilômetros, a STLA Média, com uma faixa de até 700 quilômetros, a STLA Grande, com uma faixa de até 800 quilômetros e a STLA Quadro, com uma faixa de até 800 quilômetros.

A meta ousada da fabricante ainda coloca uma estratégia de suprimento de bateria de EV global superior a 260GWh até 2030, com o apoio de cinco grandes fábricas na Europa e América do Norte. Os planos da empresa também inclui uma dupla tecnologia química de bateria, com uma de energia de alta densidade e outra sem níquel-cobalto até 2024.

“A estratégia que traçamos hoje concentra-se na quantidade certa de investimento na tecnologia certa para alcançar o mercado no momento certo, garantindo que a Stellantis potencialize a liberdade de movimento da forma mais eficiente, econômica e sustentável”, disse Carlos Tavares, CEO da companhia.

Como votar no Olhar Digital no segundo turno do Prêmio Influency.me.

Para alcançar maior rentabilidade nos próximos anos, a Stellantis prevê uma sinergia de caixa anual de mais de €5 bilhões a valores constantes, “plano de redução de custo da bateria, a otimização contínua dos custos de produção e distribuição e a realização de novos fluxos de receita, em particular de serviços conectados e futuros modelos de negócios de software”.

A receita operacional deve ter margens ajustadas de dois dígitos a médio prazo, aproximadamente em 2026. Isso, claro, com a pretensão de ser líder do mercado em veículos de baixa emissão.

O comunicado, porém, foi recebido com estranhamento por diversos sites especializados no setor automotivo pelo mundo. Isso porque o grupo divulgou também uma série de 14 slogans, um para cada marca, focando na eletrificação e as frases soaram, para dizer o mínimo, estranhas.

O mais confuso deles é o slogan da Abarth, montadora italiana, que diz “Heating Up People, But Not the Planet”. A tradução não ajuda nem um pouco: “aquecendo pessoas, não o planeta”. A frase da Dodge também ganhou contornos estranhos, dizendo “Tear Up the Streets… Not the Planet”, algo como “destrua as ruas… não o planeta”.

Os outros slogans são um pouco mais normais. Mas só um pouco. Confira:

  • Alfa Romeo – “From 2024, Alfa Becomes Alfa e-Romeo” (“A partir de 2024, Alfa vira Alfa e-Romeo”, que até soa aceitável em português)

  • Chrysler – “Clean Technology for a New Generation of Families” (“Tecnologia limpara para uma nova geração de famílias”)

  • Citroën – “Citroën Electric: Well-Being for All!” (“Citroën Elétrico: bem-estar para todos”)

  • DS Automobiles – “The Art of Travel, Magnified” (A”A arte de viajar, aumentada”)

  • Fiat – “It’s Only Green When It’s Green for All” (“Só é verde quando é verde para todos”)

  • Jeep – “Zero Emission Freedom” (“Liberdade zero emissão”)

  • Lancia – “The Most Elegant Way to Protect the Planet” (“O modo mais elegante de proteger o planeta”)

  • Maserati – “The Best in Performance Luxury, Electrified” (“A melhor performance de luxo, eletrificada”)

  • Opel/Vauxhall – “Green is the New Cool” (“Verde é o novo legal”)

  • Peugeot – “Turning Sustainable Mobility into Quality Time” (“Transformando mobilidade sustentável em tempo de qualidade”)

  • Ram – “Built to Serve a Sustainable Planet” (“Construído para servir a um planeta sustentável”)

  • Veículos comerciais – “The Global Leader in e-Commercial Vehicles” (“A líder global em veículos e-comerciais”)

Já assistiu aos nossos novos vídeos no YouTube? Inscreva-se no nosso canal!