Mercado fechado
  • BOVESPA

    128.405,35
    +348,13 (+0,27%)
     
  • MERVAL

    38.390,84
    +233,89 (+0,61%)
     
  • MXX

    50.319,57
    +116,77 (+0,23%)
     
  • PETROLEO CRU

    71,50
    +0,46 (+0,65%)
     
  • OURO

    1.763,90
    -10,90 (-0,61%)
     
  • BTC-USD

    36.085,39
    -446,81 (-1,22%)
     
  • CMC Crypto 200

    888,52
    -51,42 (-5,47%)
     
  • S&P500

    4.166,45
    -55,41 (-1,31%)
     
  • DOW JONES

    33.290,08
    -533,37 (-1,58%)
     
  • FTSE

    7.017,47
    -135,96 (-1,90%)
     
  • HANG SENG

    28.801,27
    +242,68 (+0,85%)
     
  • NIKKEI

    28.964,08
    -54,25 (-0,19%)
     
  • NASDAQ

    14.017,75
    -138,50 (-0,98%)
     
  • BATS 1000 Index

    0,0000
    0,0000 (0,00%)
     
  • EURO/R$

    6,0361
    +0,0736 (+1,23%)
     

Stellantis interromperá produção em fábrica italiana em junho, diz sindicato

·1 minuto de leitura

MILAN (Reuters) - A Stellantis interromperá novamente a produção na fábrica de Melfi, no sul da Itália, no mês que vem, conforme a escassez global de chips e a fraca demanda ligada à pandemia de Covid-19 continuam afetando a indústria automotiva, afirmou o sindicato UILM nesta sexta-feira.

Marco Lomio, da UILM, disse que a empresa informou aos sindicatos que suspenderia a produção por vários dias em junho.

A empresa também alertou os sindicatos de que a paralisação poderia se estender até 1º de julho.

A quarta maior montadora do mundo disse no começo do mês que esperava que a falta de semicondutores afetasse a produção neste trimestre mais fortemente do que nos primeiros três meses do ano e que situação deve melhorar no segundo semestre de 2021. Mas alertou que a ruptura na indústria automobilística pode durar até 2022.

A Stellantis, formada no início do ano a partir da fusão da ítalo-americana Fiat Chrysler e da francesa PSA, fabrica os modelos Jeep Renegade e Compass e o Fiat 500X SUV compacto em Melfi, uma das maiores instalações de montagem do grupo na Itália.

Um porta-voz da Stellantis confirmou que a paralisação foi devido tanto ao problema de semicondutores quanto à fraca demanda do mercado.

(Reportagem de Giulio Piovaccari)

Nosso objetivo é criar um lugar seguro e atraente onde usuários possam se conectar uns com os outros baseados em interesses e paixões. Para melhorar a experiência de participantes da comunidade, estamos suspendendo temporariamente os comentários de artigos